Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Bola já rola em Alcochete

26
Jun17

treino_sporting_3.jpg

O Sporting já treinou hoje. Já com Piccini, Matheus e Battaglia integrados, a par de André Pinto que já conhece a casa desde o fim da época passada, Jesus viu em ação vários jogadores, incluindo homens que devem ser dispensados como André Geraldes e Radoslav Petrovic e jovens em busca de oportunidades como Mama Baldé, Leonardo Ruiz ou Gelson Dala. Patrício, Beto, William, Adrien e Gelson, na Taça das Confederações e Tobias Figueiredo, Iuri Medeiros ou Bruno Fernandes (já em Lisboa para assinar) ainda não estão com a equipa. 

Gémeos na bola

26
Jun17

O Sporting de Braga apresentou hoje os irmãos Namora como reforços. Têm 19 anos e devem começar na equipa B mas são o mote para uma pequena viagem aos gémeos no mundo do futebol. Os Namora assinaram por três anos e têm cláusulas de 20 milhões. Um, Nuno, é lateral esquerdo e atuou pelos juniores do Rio Ave na época passada. O outro, Manuel, é avançado e o melhor marcado do campeonato de juniores, também pelo Rio Ave. Se irmãos (Sócrates e Raí; Michael e Brian Laudrup; Kolo e Yaya Touré; Phillip e Gary Neville; Simone e Pippo Inzaghi ou José e Rui Fonte) a competirem são caso mais ou menos banal, gémeos já são uma raridade.Em Portugal, temos memória de Zé Tó e Tó Zé. José António Ramos Ribeiro, médio, construiu uma carreira interessante com passagens por Vitória de Setúbal, Lusitano de Évora, Farense, Salamanca, Badajoz, Cerro Reyes e Estrela de Vendas Novas. Também o seu gémeo, António José Ramos Ribeiro, conhecido como Tó Zé ou Tozé, foi profissional. Jogou a avançado e defendeu as cores de Vitória de Setúbal, Lusitano de Évora, Louletano, União de Leiria, Desportivo Aves, Sintrense, Amora, Pescadores e Cova da Piedade.

157279hp2.jpg

A nível internacional, o destaque vai todo para os manos De Boer, que conseguiram fazer uma carreira de primeira e passar juntos muitos dos anos. Frank era defesa-central e o mais talentoso dos dois. Começou no Ajax, passando depois por Barcelona, Galatasary, Glasgow Rangers, Al-Rayyan e Al-Shamal. Já Ronald, jogava a extremo ou médio interior, na direita e começou no Ajax, passando pelo Twente antes de regressar a Amsterdão. Foi para Barcelona com Van Gaal e o irmão e fez quatro bons anos no Rangers. Jogou igualmente no Al-Rayyan e no Al-Shamal. Só a seleção os separou. Frank foi aos Euro 92 e 2004 sozinho e Ronald também não teve o irmão no Euro 1996. Juntos foram aos Mundiais de 1994 e 1998 e ao Euro 2000, jogado na Holanda e na Bélgica.

Fabio-Rafael-378524.jpg

Com menos sucesso e ainda em actividade, temos Rafael e Fábio da Silva. Rafael, brasileiro, lateral direito vive agora uma segunda vida após ter chegado a Lyon. Em dois anos fez quase 70 jogos e aos 26 anos está numa boa fase da carreira. Para trás, ficaram sete anos em Manchester, onde chegou adolescente e onde foi jogando a espaços sem quase nunca ser aposta consistente. Fábio joga na esquerda e defende atualmente as cores do Boro, que desceu de divisão. Desde que veio do Fluminense com o irmão, nunca deixou a Grã Bretanha. Depois de quatro anos em Old Trafford, passou pelo QPR e Cardiff antes de se fixar no nordeste inglês.