Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Kuyt pendura as botas

17
Mai17

article-1167118-0083E05A00000258-804_468x296.jpg

Mais de 900 jogos e 320 golos depois, Dirk Kuyt deixa o futebol jogado. O veterano avançado de 37 anos, que esta época marcou 15 golos em 39 jogos, sai pela porta grande, uma vez que o seu Feyennord foi campeão, 18 anos depois.

kuyt-blog-1.jpg

Kujt, que ao longo da carreira foi avançado centro, extremo, médio e até defesa lateral ofensivo com Van Gaal, começou no Quick Boys de onde saltou rapidamente para o Utrecht. Após cinco anos, e com 24 golos no último ano, mudou-se para o Feyennord onde marcou impressionantes 83 golos em três épocas, jogando ao lado de craques do calibre de Van Persie, Kalou, van Hooijdonk ou Buffel. Cruzou-se ainda com o português Bruno Basto e com o brasileiro Gerson Magrão que passou uma época e Alvalade. 

kuyt.jpg

Seguiu-se o maior desafio da sua carreira: seis épocas no gigante adormecido Liverpool. Somou 286 jogos e mais de 70 golos mas só venceu uma Taça da Liga. Ainda assim, viveu de perto com Crouch, Fowler, Gerrard, Luis Garcia, Xabi Alonso, Riise, Hyypia, Carroll ou Suarez. 

Dirk+Kuyt+SL+Benfica+v+Fenerbahce+SK+bsqji0TPNDOl.

Títulos alcançou-os na Turquia. Pelo Fenerbahce jogou três anos (encontrou Raul Meireles que tinha estado uma época com ele em Anfield) e conquistou três títulos: campeonato, taça e supertaça.

transferir.jpg

Fechou a carreira no Feyennord com duas épocas e mais dois títulos: taça e campeonato.

kuyt-consola-sneijder-apos-a-derrota-da-holanda-na

Pela sua seleção jogou 104 vezes (até 2014) e marcou 24 vezes, nada de estranhar tendo em conta que teve concorrência de Van Persie, Huntelaar ou Robben. O ponto alto foi ter chegado à final do Mundial 2010. 

 

 
 

Alemanha faz experiências na Taça das Confederações

17
Mai17

kerem-demirbay-sap-hoffenheim-saison-16-17-galerie

A Alemanha, campeã do Mundo, já anunciou os seus convocados para a Taça das Confederações. Pelo vistos, a abordagem será a de testar jogadores e não propriamente de levar as suas principais estrelas. Em terra, fica o guarda-redes Neur; os defesas Boateng e Hummels; os médios Kroos e Khedira e os avançados Reus ou Gomez. Lesionado, Gotez também não será opção. É bem certo que sobram grandes jogadores como Draxler, Sané, Can ou Brandt mas Portugal pode sonhar com a conquista. 

19906938_rrvDE.jpeg

A lista de convocados é composta por: Leno, ter Stegen e Trapp; Ginter, Henrichs, Hector, Kimmich, Mustafi, Sule, Rudiger e Plattenhardt; Can, Demirbay, Demme, Goretza e Rudy; Brandt, Draxler, Sané, Wagner, Werner, Younes e Stindl.