Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Paulo Bento deixa Olympiacos

06
Mar17

gjgp.jpg

O português Paulo Bento já não é treinador do Olympiacos. O clube de Atenas está em primeiro lugar mas, sendo campeão crónico da liga grega, isso não é suficiente. De facto, o Olympiacos perdeu três jogos consecutivos, o último com o PAOK, em casa, o que não acontecia há mais de vinte anos. O clube grego tem uma semana importante, já que na quinta-feira há jogo com o Besiktas para os oitavos de final da Liga Europa. Para trás, ficam os portugueses Diogo Figueiras e André Martins. 

1024.jpg

Paulo Bento destacou-se em 2004/2005 treinando os júniores do Sporting, chegando ao comando da equipa A em 2005/2006, levando consigo homens como Veloso ou Djaló. Ao todo, esteve quatro anos em Alvalade (ficou sempre em segundo lugar), jogando no famoso losango do meio campo e venceu duas Taças de Portugal e duas Supertaças. Não voltaria a vencer nada. Despediu-se em novembro de 2009 e só voltaria ao ativo para treinar a seleção portuguesa, menos de um ano depois. Apurou Portugal para o Euro 2012 e chegou às meias-finais, onde caiu com a Espanha. O Mundial do Brasil seria um descalabro, com Portugal a cair na primeira fase. Seria despedido após perder com a Albânia em 2014, no inicio do apuramento para o Euro 2016. Seguiu-se uma má experiência no Cruzeiro, com 8 derrotas em 17 jogos. 

Lembrando os craques 4 - Marcel Desailly

06
Mar17

nintchdbpict000303593183.jpg

Marcel Desailly, nasceu em Acra, no Gana há 48 anos. Notabilizou-se pelo Milan e Chelsea e venceu o Mundial e o Europeu pela França. Está a ser ligado à seleção do seu país natal, como treinador principal

Marseille Desailly.jpg

Desailly começou a carreira como médio defensivo, passando ao centro da defesa com o avançar da carreira. Deu nas vistas no Nantes, onde jogou seis anos. Passou depois pelo Marselha onde jogou ano e meio. Em França, venceu a sua primeira Liga dos Campeões, em 1992/1993, justamente contra o Milan, que o contratou seis meses depois. No Velodrome, encontrou Voller, Boksic, Pelé, Stojkovic, Deschamps, Angloma, Boli (herói da final) ou Barthez. 

52935135.jpg

Em Milão desde janeiro de 1994, fez parte de umas das melhores equipas de sempre do mundo, jogando à frente de Baresi, Costacurta e Maldini e ao lado de Albertini. Nesses anos de ouro, venceu a sua segunda Liga dos Campeões, logo no ano de estreia e mais duas ligas italianas, uma supertaça italiana e uma supertaça europeia.

marcel-desailly.img.png

Em 1998, já Campeão do Mundo, mudou-se para a liga inglesa, em pleno crescimento. Jogou cinco anos e meio pelo Chelsea, vencendo uma FA Cup, uma Supertaça inglesa e ainda uma Taça das Taças da UEFA. Terminou a carreira em 2006, depois de representar dois clubes do Catar.

 

desailly.jpg

Fez parte da geração de ouro que conquistou o Mundial 1998, em Paris e o Euro 2000, em Amsterdão. Fazia dupla com Blanc e dividia o balneário com Zidane, Trezeguet, Petit, Henry, Pires ou Thuram.