Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Argentina com Mundial em risco

29
Mar17

bauza-pratto-roncaglia-perez-eliminatorias-argenti

A Argentina perdeu 2-0 na Bolívia e está a onze anos do primeiro lugar do grupo sul-americano de acesso ao Mundial 2018. Como se sabe, nesta zona, os quatro primeiros têm qualificação garantida enquanto que o quinto classificado disputa uma última eliminatória com o vencedor da zona da Oceania. Sem Messi, Argentina entro apática em La Paz e viu Arce fazer o 1-0 aos 31 minutos. No regresso nada mudou e, sem supresas, Moreno fez o 2-0 final. Apesar de ter jogadores de grande qualidade em campo, como Di María não se percebe que homens como Dybala ou Aguero, estrelas do City e da Juventus, tenham ficado no banco. O Chile recebeu a Venezuela e viu-se a ganhar por 2-0 aos 7 minutos (Alexis e Paredes) e por 3-0, aos 22 minutos (Paredes). Rondon reduziu mas o Chile segue em quarto. Na frente, continua o Brasil, com 30 pontos, mais seis do que a Colômbia, segunda. Esta madraguda, venceu o Paraguai por 3-0, com golos de Coutinho, Neymar e Marcelo. 

Podolski despede-se da selecção

23
Mar17

gol_alemanha_1_x_0_inglaterra.jpg

Lukas Podolski despediu-se ontem da seleção alemã, em grande. O avançado de origem polaca marcou um golão em Dortmund e derrotou a Inglaterra por 1-0. Podolski, apesar de ter atuado em grandes clubes como Bayern, Arsenal ou Inter, deixa a sensação de ter alcançado o seu máximo potencial na seleção, nas fases finais de europeus e mundiais, tendo ganho o Mundial do Brasil em 2014. Podolski totalizou 50 golos em 130 jogos. 

podolski-alemanha-copa-do-mundo-2014-maracana_myrs

No fim da época, quando tiver completrado 32 anos, trocará o Galatasary da Turquia pelo Vissel Kobe, do Japão, uma opção pouco comum, já que as reformas dos jogadores europeus passam normalmente pelos EUA, Médio Oriente ou, mais recentemente, pela China. 

podolski-foi-o-grande-destaque-da-vitoria-do-colon

Podolski, internacional A alemão desde os 19 anos, começou a dar nas vistas no Colónia, clube da cidade onde viveu a partir dos dois anos, quando deixou a Polónia, marcando 51 golos em 85 partidas. Mudou-se para o Bayern de Munique, maior potência alemã do últimos trinta anos e 46 golos em 106 partidas. Sem o destaque pretendido nos bávaros, regressou ao Colónia, para mais 96 jogos e 45 golos. Seguiu-se uma aventura em Inglaterra, onde jogou pelo Arsenal. Marcou 41 vezes em 82 ocasiões. Pelo meio, passou pelo Inter, marcando um golo em 18 jogos. Apesar de ter sido associado a clubes portugueses, mudou-se para a Turquia, joganda pelo Gala desde 2015. Até agora, marcou 30 vezes (cinco deles num jogo em janeiro deste ano) em 59 jogos. 

Jokanovic deixa Nacional. Manuel Machado deixa Arouca. Técnicos estiveram cinco jogos nas suas ex-equipas.

21
Mar17

Manuel-Machado.jpeg

 

A época não está a correr nada bem a Manuel Machado. Após ter sido dispensado pelo Nacional da Madeira, encontrou logo trabalho em Arouca. Mas, cinco jogos depois, também saiu. Jokanovic, que rendeu Machado na Madeira, curiosamente, não fez melhor do que o antecessor e no mesmo dia, deixa também o comando da sua equipa. O Arouca é 13.º, tendo mais 10 pontos do que o último classficado, o Nacional. Na última jornada, o Arouca perdeu 3-1 no terreno do Marítimo e o Nacional, 0-2 em Alvalade. 

Pág. 1/9