Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Mourinho afunda-se. Carvalhal goleia Arsenal.

28
Out15

stoke-city-chelsea-jonathan-waiters-jubel_vus7nvag

A vida de José Mourinho no Chelsea vai de mal a pior. O treinador português, o melhor da história do clube inglês, foi eliminado da Taça da Liga pelo Stoke City e os blues não conseguem a tão desejada retoma. Homens como Costa, Hazard ou Cesc, decisivos no ano passado, parecem agora apáticos e mesmo Pedro, grande contratação, pouco tem dado ao campeão inglês. Fora da Taça da Liga e em 15.º na Premier, Mourinho tem pouca margem de manobra. Sábado recebe o Liverpool e, em casa de derrota, a sua posição torna-se ainda mais insustentável. É já falado para o Mónaco, apesar do bom trabalho de Jardim.

d0e9c39999239f3640446164bab42064.jpg

A Taça da Liga foi madrasta para Mourinho mas sorriu a Carvalhal. O ex-Sporting goleou o Arsenal em casa. O Wednesday esmagou o gigante londrino por 3-0, com um dos golos a ser marcado por Lucas João, ex-Nacional. Semedo também jogou. Matias não deu o seu contributo.

0-3

25
Out15

 

slimani_sporting_foto_andre_kosters_lusa37896d7d.j

O Sporting foi à Luz bater o eterno rival por 0-3. No Dragão, o FCP não saiu do nulo com o Sporting de Braga. Estes dois resultados, fazem com que, à oitava jornada, o Sporting seja líder isolado da liga portuguesa, algo a que não está habituado nos últimos anos.

Na Luz, estádio cheio, sem episódios de violência e com os adeptos sportinguistas a fazerem-se ouvir, a alto e bom som (sim, os benfiquistas cantaram e mostraram o seu orgulho clubístico mas no geral, foram os sportinguistas que se fizeram ouvir, o que é natural). No relvado, aposta em João Mário para fechar a direita do meio-campo e regresso de Ruiz, após lesão. Estes dois foram dos melhores, só superados por Slimani, incansável. William ou Adrien foram também decisivos.

O Benfica até entrou bem mas o golo aos 8 minutos, obra de Téo (Júlio César mal batido) quebrou a equipa de Rui Vitória. Aos 21 minutos, Slimani, com grande cabeçada, fez o segundo. Aos 36, grande remate de Slimani e, na recarga, Ruiz estabeleceu o resultado final. Com péssimas exibições de Almeida, Sílvio, Eliseu, Luisão ou Jimenez, o Benfica esteve sempre perto de sofrer o quarto. Algum desacerto sportinguista e Júlio César (salvou o autogolo de Luisão) impediram que o resultado ganhasse outro volume.

Vitória justa e sem casos. Slimani, marcou o sexto golo na liga e está apenas a um de Jonas, o melhor. Ter um goleador na equipa, é essencial para ser campeão. E este Slimani promete continuar a maravilhar.

Pág. 1/3