Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Mourinho afunda-se. Carvalhal goleia Arsenal.

28.10.15, Francisco Chaveiro Reis

stoke-city-chelsea-jonathan-waiters-jubel_vus7nvag

A vida de José Mourinho no Chelsea vai de mal a pior. O treinador português, o melhor da história do clube inglês, foi eliminado da Taça da Liga pelo Stoke City e os blues não conseguem a tão desejada retoma. Homens como Costa, Hazard ou Cesc, decisivos no ano passado, parecem agora apáticos e mesmo Pedro, grande contratação, pouco tem dado ao campeão inglês. Fora da Taça da Liga e em 15.º na Premier, Mourinho tem pouca margem de manobra. Sábado recebe o Liverpool e, em casa de derrota, a sua posição torna-se ainda mais insustentável. É já falado para o Mónaco, apesar do bom trabalho de Jardim.

d0e9c39999239f3640446164bab42064.jpg

A Taça da Liga foi madrasta para Mourinho mas sorriu a Carvalhal. O ex-Sporting goleou o Arsenal em casa. O Wednesday esmagou o gigante londrino por 3-0, com um dos golos a ser marcado por Lucas João, ex-Nacional. Semedo também jogou. Matias não deu o seu contributo.

0-3

25.10.15, Francisco Chaveiro Reis

 

slimani_sporting_foto_andre_kosters_lusa37896d7d.j

O Sporting foi à Luz bater o eterno rival por 0-3. No Dragão, o FCP não saiu do nulo com o Sporting de Braga. Estes dois resultados, fazem com que, à oitava jornada, o Sporting seja líder isolado da liga portuguesa, algo a que não está habituado nos últimos anos.

Na Luz, estádio cheio, sem episódios de violência e com os adeptos sportinguistas a fazerem-se ouvir, a alto e bom som (sim, os benfiquistas cantaram e mostraram o seu orgulho clubístico mas no geral, foram os sportinguistas que se fizeram ouvir, o que é natural). No relvado, aposta em João Mário para fechar a direita do meio-campo e regresso de Ruiz, após lesão. Estes dois foram dos melhores, só superados por Slimani, incansável. William ou Adrien foram também decisivos.

O Benfica até entrou bem mas o golo aos 8 minutos, obra de Téo (Júlio César mal batido) quebrou a equipa de Rui Vitória. Aos 21 minutos, Slimani, com grande cabeçada, fez o segundo. Aos 36, grande remate de Slimani e, na recarga, Ruiz estabeleceu o resultado final. Com péssimas exibições de Almeida, Sílvio, Eliseu, Luisão ou Jimenez, o Benfica esteve sempre perto de sofrer o quarto. Algum desacerto sportinguista e Júlio César (salvou o autogolo de Luisão) impediram que o resultado ganhasse outro volume.

Vitória justa e sem casos. Slimani, marcou o sexto golo na liga e está apenas a um de Jonas, o melhor. Ter um goleador na equipa, é essencial para ser campeão. E este Slimani promete continuar a maravilhar.

Portugueses fazem o pleno

23.10.15, Francisco Chaveiro Reis

c49e69f8f444e42a754845aee89790da-496x346.jpg

Grande noite para as equipas portuguesas, com três vitórias em três jogos. Em Alvalade, num jogo às 18h05, ainda foram 20 mil pessoas ver o Sporting golear o Skenderbeu por 5-1 e alcançar a sua primeira vitória na fase de grupos. O Sporting dominou e com a expulsão infantil do jogador mais experiente da equipa albanesa, teve portas escancaradas para golear. Aquilani e Montero, ambos a castigar penaltys excusados sobre Montero, fizeram o 2-0 ao intervalo. Na segunda parte, o guarda-redes albanês falhou a saída e Matheus fez o 3-0. Tobias numa cabeçada colocada e novamente o camisola 73 (4 golos em 2 jogos) deram o 5-0. O Skenderbeu ainda reduziu. Jesus apostou numa equipa composta por suplentes (10 dos 11 titulares não devem ser titulares na Luz) e Matheus, Montero ou Mané deram boa conta de si. O extremo brasileiro, sobretudo, mostra ser um caso sério. Já Montero e Mané mostram que podem ser melhores opções do Téo, no apoio a Slimani. Após um arranque em falso, o Sporting venceu a pior equipa do grupo e tem esperanças de passar à fase seguinte, não sendo esse, de todo, o foco do treinador.

495722.png

À mesma hora, o Belenenses jogava em Basileia e após a goleada em casa com a Fiorentina, muitos acreditavam que a presença europeia estivesse ameaçada. Mas a equipa de Sá Pinto deu boa conta de si e anulou o golo de Lang. Leal, com um grande golo e Kuca, fizeram o 1-2 final. O Belém tem ainda dois jogos em casa e sonha com a presença na fase seguinte. Fase seguinte onde o Braga já tem pé e meio. Ao terceiro jogo, a terceira vitória. O adversário era o Marselha, histórico europeu que anda nas ruas da amargura e que tombou na Pedreira. Hassan, no dia em que perdeu o pai, entrou em campo e com um golão fez o 1-0 aos 61 minutos. Num lance confuso, Wilson Eduardo fez o 2-0. Estavam já decorridos 77 minutos e o jogo seria louco até ao fim. Alessandrini, aos 84 e Batshuayi, aos 87, empataram a partida. Alan, no minuto seguinte fez o 3-2 final, pondo cobro a um jogo louco.

Taça

19.10.15, Francisco Chaveiro Reis

 

 

18917960_T1sj7.jpeg

 

Os três grandes seguem em frente na Taça de Portugal. O Benfica foi o primeiro a entrar em campo e teve dificuldades ante do Vianense, no Estádio do Gil Vicente. Pouco antes do intervalo, um grande golo de Carcelo deu o 0-1. E, a provar que os grandes jogadores existem em todas as divisões, o marfinense Mohamed Coulibaly fez o empate com um remate fabuloso. Numa altura em que já "cheirava" a prolongamento, Jardel, de cabeça, fez o 1-2 final. A equipa do CNS, fundada em 1989, bateu-se bem ante do bicampeão.

 

Já no sábado, 4-0 do Sporting ao Vilafranquense. A equipa das distritais não resistiu muito tempo e aos 15 minutos, já Matheus bisara. Nélson Pinhão, jovem keeper, foi o garante de que a vantagem não fosse muito maior mas Paulista e Gelson ainda marcaram. Montero e Aquilani deveriam ter garantido outro volume. Marcelo, Ewerton e Tanaka estrearam-se nesta época.

 

Já o FCP, foi à Povoa de Varzim vencer por 0-2. Osvaldo mostrou a sua qualidade técnica mas falhou muito, o que, em conjunto com a boa atitude poveira, resultou num jogo dificil. Tello e André fizeram os golos.

 

Quanto às equipa da primeira liga, apenas Moreirense (Aves); Guimarães (Penafiel) e Tondela (Gil Vicente) ficaram pelo caminho. A 4.ª eliminatória joga-se daqui a cerca de um mês.

Pág. 1/2