Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

As botas douradas de Ronaldinho regressam ao ativo

25.08.15, Francisco Chaveiro Reis

Nike_Football_Ronaldino_Tiempo_Gold_BOX_hero_44689

 

No dia 2 de setembro, a Nike lança uma edição atualizada e limitada das Tiempo Legend "Touch of Gold" para comemorar o 10.º aniversário do vídeo que tornou o seu antecessor famoso.

As novas botas prestam homenagem às Nike Air Legend Tiempo que foram lançadas em 2005 via “Crossbar”, o primeiro vídeo do Youtube a conseguir um milhão de visualizações.

Muito idêntica à original, a Tiempo "Touch of Gold" apresenta uma parte superior totalmente branca com acentos dourados que honram a assinatura do seu atleta, Ronaldinho. A nova versão inclui um tratamento de gradiente na sola, que cria o efeito de transição de um antepé de tonalidade branca para um calcanhar de ouro.

O nome de Ronaldinho está desenhado nas solas das Tiempo e o logo da sua assinatura, R10, aparece na clássica língua deste modelo icónico da Nike.

Foram produzidos apenas 3.000 pares das Nike Tiempo “Touch of Gold” e cada uma foi individualmente numerada na parte lateral do calcanhar.

 

Imagens em alta resolução:

http://news.nike.com/news/tiempo-legend-touch-of-gold-returns

 

Vídeo Ronaldinho:

https://www.youtube.com/watch?v=Z6JdxaDDzb8

 

Mercado - Internacional

24.08.15, Francisco Chaveiro Reis

000_par8036326.jpg

 

A semana promete ser intensa e plena de gastos.

 

O foco maior está, claro, em Inglaterra. O Chelsea quer um central e um médio. Stones e Pogba parecem ser os favoritos e o clube de Mourinho pode dispender cerca de 150 milhões de euros. Já o City, vai aumentar ainda mais a verba dispendida, ao pagar 70 milhões ao Wolfsburgo por De Bruyne. O United, campeão dos gastos, quer, ainda, um extremo e aponta a Bale, estando disposto a pagar 100 milhões. Griezmann é alternativa. Clubes como Tottenham ou Everton podem ainda dispender uns bons milhões nesta semana.

 

Em Espanha, o Barcelona não contrata mais até porque, só em janeiro poderá increver futebolistas. Já o Real que pode perder Benzema, deve ir ao mercado contratar mais um ou dois avançados (Ibrahimovic, Cavani, Lewandowsli, Morata?). Em Itália, a Juventus deve receber Cuadrado e caso perca Pogba irá buscar mais um médio (Witsel?).

Mercado

24.08.15, Francisco Chaveiro Reis

coronajesus.jpg

 

Falta uma semana para o mercado de transferências fechar e os três grandes continuam com necessidade de contratar.

 

O campeão Benfica, apesar de ter goleado na primeira jornada, tem mostrado muitas fragilidades. A jogar em várias frentes, Luisão, a caminhar para o fim da carreira; Jardel e Lisandro não chegam. Lindeloff apesar de ser promissor não está à altura. Na esquerda, Eliseu não parece ter a confiança de Rui Vitória e chegará esta semana um lateral, já que Marçal não conta e já seguiu para a Turquia. Coentrão, Siqueira e Ansaldi, todos caros, são os nomes falados. Depois, um oito que concorra com Pizzi. Meli foi muito falado e Zuculini dado como certo. Nenhum dos argentinos chegou. As alas atacantes precisam também de maior qualidade. Guedes e Andrade estão verdes; Carcela não impressiona; Taarabt tem peso a mais; John desilude e Salvio está fora mais uns meses. Gaitán não deve ficar e não admira que aterrem dois extremos na Luz. Afinal, Jonas, Jimenez e Mitroglou precisam de ser bem servidos.

 

No Porto, falta um central, um lateral esquerdo, um dez e um extremo. No centro, situação semelhante à do Benfica. O quarto central é jovem e não dá garantias. Após falhar Rudiger, o FCP espera contratar uma “truta”. Enquanto isso, Rolando, continua encostado. Na esquerda da defesa, Alex Sandro saiu e Cissokho entrou. Mas Jose Angel não conta e outro homem aterrará. Siqueira é nome falado. Mais à frente, sem Oliver e com Lopetegui a dar pouca atenção a Quintero e Evandro depois de ter despachado Carlos Eduardo, procura-se um dez à antiga. Lucas Lima continua a ser o favorito. Nas alas, Tello, Brahimi e Varela estão garantidos. Hernani cobiçado pelo Olympiacos pode dar lugar a outro homem. Jesus Corona, mexicano do Twente é o nome falado.

 

O Sporting esse, parece esperar por quarta-feira. Caso se apure para a Champions League, deve fechar nos dias seguintes, pelo menos, duas contratações. Faz falta um extremo esquerdo (Ruiz não o é e Gelson precisa de tempo) e um ponta de lança alto e forte que lute com Slimani. Se sobrar dinheiro (da Champions vêm logo 14 milhões), um central experiente e um bom defesa direito (Pereira tem estado mal e Esgaio é incógnita a este nível) também seriam bem-vindos. Não têm transpirado nomes.

Marcar passo

23.08.15, Francisco Chaveiro Reis

sporting1paços1.jpg

 

Após vencerem na primeira jornada, os três grandes marcaram passo na segunda. O Sporting, mais uma vez com razões de queixa da arbitragem e de si próprio, empatou a uma bola com o Paços de Ferreira. Mais de 40 mil pessoas viram Carrillo fazer o 1-0 ao cair do pano da primeira parte. A equipa voltou a falhar golos imperdoáveis e, a 10 minutos do fim, Pelé, de penalty, fez o 1-1. João Pereira voltou a estar mal; Paulo Oliveira esteve nervoso; Jefferson quebrou fisicamente e Montero desperdiçou completamente a oportunidade e saiu ao intervalo.

 

O FCP não fez melhor, empatando 1-1 na Madeira. O Marítimo adiantou-se no marcador com Edgar Costa a cabecear para o 1-0 após cruzamento de Xavier. Herrera fez o 1-1 final. Ontem, mesmo ante mais de 20 mil apoaiantes, o Benfica voltou a fazer péssima exibição. Aos 2 minutos, Roberto fez o 1-0 final.

Contra todos

19.08.15, Francisco Chaveiro Reis

600.jpg

 

O Sporting está mais perto da fase de grupos da Liga dos Campeões após bater o CSKA por 2-1. Perante quase 42 mil pessoas, o clube de Alvalade entrou a dominar, trocando muito bem a bola, com Carrillo e Ruiz em grande destaque. Aos 12 minutos, Slimani dá de calcanhar, Carrillo rasga a defesa e deixa Ruiz na cara do guarda-redes russo. Pouco egoista o costa-riquenho deu para o lado onde Téo, mesmo pressionado por Mário Fernandes inaugurou o marcador. Aos 26, Tosic, que fizera grande jogada pouco antes, é travado na área por Jefferson e o árbitro marca, e bem, grande penalidade. Doumbia permite a defesa de Patrício. Aos 39, Slimani tem falha imperdoável na cara de Ankifeev e, no minuto seguinte, Doumbia, veloz, empata. Slimani falharia mais uma oportunidade antes do fim do primeiro tempo.

 

Na segunda parte, mais do mesmo, com o Sporting a atacar e Slimani a falhar. Com o empate à vista, Jesus lançou Aquilani, primeiro e Gelson e Mané depois. Funcionou. O italiano, em estreia, trouxe grande qualidade de passe e os extremos portugueses, principalmente Gelson, animaram a partida. O golo só surgiria aos 82 minutos, por Slimani, após passe de calcanhar de Carrillo, o melhor em campo.

 

Nota para Patrício, sempre seguro; Naldo, patrão da defesa; Ruiz, sempre com classe; Gelson e Aquilani que entraram bem e Carrillo, numa das suas melhores exibições de sempre em Alvalade. Pela negativa destaque para João Pereira, sempre permeável.

 

A arbitragem essa, foi péssima. O Sporting deveria ter beneficiado de dois penaltys claros.