Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Manny Pacquiao preparado para a luta

30
Abr15

unnamed.jpg

 

 

Manny Pacquiao pode muito bem ter os ombros mais largos do mundo do desporto. A cada dia que treina e cada vez que entra no ringue carrega aos ombros o peso de uma nação.

 

Além das expetativas de mais de 100 milhões de filipinos, Pacquiao está perpetuamente rodeado por fãs, colegas de treino, parceiros de negócios, meios de comunicação e investidores à procura de algo da sua parte. Tantas pessoas querem um momento do seu precioso tempo que este tem de ser dividido diariamente entre sessões de treino, refeições e preciosas horas de sono.

 

Tendo em conta a montanha de potenciais distrações que o atleta enfrenta diariamente, a concentração torna-se o elemento mais importante do seu treino e da sua preparação. Uma mentalidade levada ao extremo nos dias que antecedem o seu muito antecipado combate em Las Vegas, a 2 de Maio.

 

“Adoro ter pessoas à minha volta enquanto treino. Mas tens de preparar a tua mente, treinar a tua mente”, afirmou Pacquiao, o único pugilista a vencer títulos nos campeonatos mundiais em oito categorias de peso diferentes. “Quando te concentras, não tens de preocupar com ‘Oh, o que vou fazer? Talvez não esteja preparado’ ou algo assim. Mas tens paz de espírito e estás pronto para combater”.

 

Na área que rodeia o ginásio onde o atleta se exercita, em Los Angeles, o treino de Pacquiao tornou-se quase um desporto seguido por espetadores. A sua sessão imparável de exercício pode não ser solitária, mas ele treinou a sua mente a fechar-se às distrações que o rodeiam enquanto corre e se exercita nos degraus do estádio, fazendo treino base e lançamento de bolas pesadas.

 

“Quando tinha 16 anos, trabalhava arduamente. Treinava, treinava, treinava, treinava [o] dia inteiro. À medida que ficas mais velho, tens que equilibrar… equilibrar o teu corpo. Tens que dar tempo ao teu corpo para descansar”.

 

Pacquiao começou a sua carreira como amador em Manila quando tinha 14 anos, tornando-se profissional antes dos 17.

 

Agora com 36 anos, Pacquiao está a treinar para o combate mais mediático da sua carreira. Ao longo das últimas duas décadas, o atleta aprendeu muito acerca de si próprio e das melhores formas de preparar a sua mente e corpo.

 

“Tens de sobreviver”, acredita Pacquiao. “Tens de passar pelo trabalho árduo antes de conquistares a coroa”.

 

Série documental Inner Strength

Este é o terceiro documentário da série que captura a inspiração e a motivação que conduz os atletas da Nike no seu treino. Os seus percursos variam, bem como os seus objetivos, mas todos partilham uma obsessão em comum com o treino.

 

Imagens em alta resolução:

http://news.nike.com/news/inner-strength-manny-pacquiao

Back to Black!

30
Abr15

SU15_FB_4Silo_Black-Pack_V1_hd_1600.jpg

 

A Nike Academy é um programa de desenvolvimento de elite para jovens futebolistas talentosos. Os jogadores que residem na Nike Academy não só têm acesso a instalações e treino de classe mundial, como estão entre os primeiros a usar os produtos mais recentes da Nike. Em alguns casos, os jogadores da Nike Academy testaram mesmo versões “protótipo” antes das botas e as suas cores serem oficialmente reveladas ao mundo.

 

Mas nem todas as botas pretas servem apenas para testes. Elas são criadas para deixar falar o talento dos jogadores. Algumas academias exigem que os seus jogadores utilizem botas pretas, para que se possam destacar por si próprios.

 

A Nike acaba de lançar o Nike Academy Black Pack, em que, ao contrário das botas de teste, apresenta mudanças no preto, que amplificam o design de cada bota.

 

O Nike Academy Black Pack está disponível através da app Nike Football a partir de hoje e em Nike.com a partir de amanhã, dia 25 de abril.

 

 

Imagens em alta resolução:

http://news.nike.com/news/nike-academy-black-pack--2

 

1-4

28
Abr15

fredymontero-cropped_1gebkv0cocy0k1dy5kcuuhb34e.jp

Marco Silva mexeu na equipa - saíram Lopes, Adrien, Carrillo e Slimani, entraram Cédric, Martins, Mané e Montero - e o Sporting goleou o Moreirense. Quando os poucos espetadores ainda estavam a sentar-se, o Sporting, de amarelo, fez o primeiro por Mané, a passe de Montero. Seria o dez a fazer o segundo, num pontapé de moinho. O colombiano fez juz à camisa dez que enverga e ofereceu, dois minutos depois, o 0-3 a Tanaka. Aos 36 minutos, o jogo parecia ganho. Antes do intervalo, porém, Leandro, após disparate de William, fez o 1-3. Na segunda parte, o Moreirense respondeu e o Sporting só voltou a marcar perto do fim. Capel cruzou e Montero, de cabeça, fez o seu nono golo na liga (no ano passado fez 13). O Sporting, graças a Montero, Mané e William deixou boa imagem. Martins continua a não ter intensidade e a quebrar fisicamente com facilidade e Nani ainda não se reencontrou. Rubio não saiu do banco. Sábado há jogo com o Nacional.

Motivar

27
Abr15

14061539_lr4jg.jpeg

 

O Sporting fecha hoje mais uma jornada da liga portuguesa, deslocando-se a Moreira de Cónegos. Após novo desaire do Braga, o terceiro posto está praticamente garantido. O segundo, esse, não deve fugir ao FCP, ainda na perseguição pelo título. Com o investimento feito (ou não feito) este era o investimento realista. A título de curiosidade, para o ataque, o Benfica, putativo campeão, contratou Jonas; o FCP contratou Aboubakar e o Sporting ficou-se por...Tanaka. O japonês até marco um golão em Braga mas, de resto, pouco tem mostrado, para além de garra. Jonas marca golo atrás de golo e o camaronês, suplente de Jackson (quem não seria?), resolve sempre que é chamado.

 

No campo do Moreirense, o Sporting não conta com Slimani, estando condenado a apostar em Tanaka. O japonês até poderá fazer uma "gracinha" no campo de uma equipa relativaente fraca mas que arranncou um empate na primeira volta. Adrien está também em dúvida. O Sporting deve alinhar com: Patrício, Lopes, Oliveira, Ewerton e Jefferson; Mário, William e Adrien (ou Martins); Carrillo, Tanaka e Nani. Se os extremos estiverem em dia sim e se o meio e defesa forem minimamente competentes, o Sporting vence com facilidade. Se não...

 

Nota positiva para a chamada de Rubio, estrela dos B. Perante a desmotivação anunciada de já não se lutar por nada na liga, dar minutos a jovens da B pode dar um interessante abanão na equipa. Gauld (ainda não justificou a contratação), Wallyson (pode morder calcanhares a Adrien) ou Matheus (o novo extremo que faz sonhar), virtuosos podem somar minutos. Podence, Gelson (mais dois extremos de luxo) e Sacko (mais um reforço que nada acrescentou) também devem, pelo menos, ser convocados e estar perto dos "grandes".

0-0

27
Abr15

18317468_DA87k.jpeg

 

O bate-boca final entre Jesus e Lopetegui terá sido o mais emocionante do jogo de ontem. Foi um clássico chato onde tudo ficou na mesma. O Benfica tem mais quatro jogos para jogar e mais três pontos (que são quatro, uma vez que, no confronto direto, ganha o Benfica) mas o calendário do FCP parece ser um pouco mais fácil. Os 63 mil que estiveram nas bancadas mereciam mais mas as equipas tiveram medo de perder.

Pág. 1/5