Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

O 1.º reforço

06.01.15, Francisco Chaveiro Reis

tobias1.jpg

Tobias é o primeiro reforço do Sporting. O central, ex-equipa B, vai juntar-se à equipa A. Face à falta de qualidade de Rabia, Sarr e Maurício, esta é uma opção óbvia. No entanto, um jogador mais experiente seria bem vindo. Olhando para a equipa B, diria que Wallyson e Dramé podem fazer o mesmo caminho já.

André André

06.01.15, Francisco Chaveiro Reis

ng72E50C99-92FC-4603-9621-5B9F4693509F.jpg

Segundo A Bola de hoje, a clausula de André André está fixada em 1,5 milhões de euros. Assim sendo, seria um belo reforço para o Sporting. Pode fazer de Adrien, William ou Mário e é um jogador incansável e com bom remate. Venha ele.

Sporting

05.01.15, Francisco Chaveiro Reis

600x310xGolo.jpg.pagespeed.ic.BD6WEm4-MO.jpg

 Após duas semanas de guerra fria, o Sporting parece estar a caminho da paz. Nunca mais a relação entre Bruno e Marco será a mesma mas, por enquanto, o ex-Estoril continua no banco, no qual tem feito um bom trabalho. Uma série de derrotas, vai afasta-lo do banco. Um percurso normal, vai mante-lo.

 

Bruno critica a equipa num tom de adepto de cabeça quente e Marco, com calma, responde. Bruno não gosta e terá tentado afastar o jovem técnico. Quem não quis ouvir falar dessa possibilidade foram os jogadores e os adeptos. Se este era um braço de ferro e se a intenção era desgastar, o tiro saiu pela culatra a Bruno. O apoio a Marco fez-se sentir nas redes sociais e, no sábado, o treinador foi o mais aplaudido. Afinal, com uma equipa que não terá escolhido, só não chegou aos oitavos da Champions por azar e aselhice da arbitragem e está em quatro frentes. Benfica e FCP não.

 

Bruno, esse, cujo trabalho de gestão é assinalável, perdeu o estado de graça com este episódio. Um golpe de populismo (reforços) pode ajudá-lo. Mas, o que se quer, é que se remeta ao seu papel e não entre na esfera da equipa. Para que a relação continue e possa ter algum ponto saudável, Bruno terá que fazer emendas. Um central e um avançado seriam um bom começo.

 

Pior na fotografia ficou Zé Eduardo, agora alvo da ira da maioria dos sportinguistas.

 

No campo, uma das melhores exibições da época. Carrillo e Adrien de luxo guiaram o Sporting ao 3-0 ante do Estoril que está longe de ser equipa banal. Mais poderiam ter sido, não fosse o guardião e alguma falta de pontaria. A equipa está bem e, com uns retoques, pode sonhar mais alto. Para, já, sonha-se com a Taça, o avanço na Liga Europa e o terceiro lugar mas, com um patrão da defesa e um goleador...

 

 

Pág. 4/4