Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Reforços caseiros

08
Jan15

 

600.jpg

 

Para atacar a segunda metade da época, a meu ver, o Sporting precisa de quatro reforços: um defesa central de qualidade que faça dupla com Oliveira e possa ajudar Tobias a crescer; um médio combativo mais duro do que Wiliam e que possa dar descanso a Adrien; um extremo que marque golos já que Mané é irregular e um avançado já que Slimani está ausente e, mesmo como o argerlino presente faz falta uma alternativa.

 

Quanto a mim, o Sporting deve optar por reforços da nossa liga ou com experiência passada nela. Já estão adaptados ao contrário de um jogador de outra liga e, principalmente de outro continente. Para o centro, dois nomes já falados seriam interessantes: Ricardo Costa ou Bruno Alves, insatisfeitos nos seus clubes. São portugueses, têm experiência (32 e 33), qualidade de sobra para a nossa liga e terão vontade de regressar. O contra é, claro, o salário. Zé Castro ou mesmo Luís Neto também poderiam ser boas opções. Nenhum destes é extraordinário mas seriam melhorias em relação a Mauríco, Sarr e Rabia. Para o meio, André André é opção óbvia. Por menos de dois milhões ganhava-se um médio combativo e com bom remate. Ocuparia o lugar que Slavchev não agarrou. Para extremo, Pardo. O colombiano deve obrigar a esfoço financeiro mas garante qualidade. Rápido, poderoso e com bom remate é um tipo de extremo que o Sporting não tem e faria falta. Para 9, Hassan. Ninguém parece reparar mas o jovem egipcio mostra veia goleadora todos os anos. Não será um prodígio mas marca golos.

Goleada e meias

08
Jan15

1024.gif

 O Sporting bateu o Famalicão por 4-0 e está nas "meias" da Taça de Portugal. Em noite muito fria, menos de 12 mil foram a Alvalade. Marco Silva apostou em Boeck, Lopes, Oliveira, Tobias e Jonathan; William e Mário; Mané e Carrillo; Tanaka e Montero. O resultado e a consequência dele foram o melhor da noite. Tobias voltou a mostrar qualidade (defende com serenidade, sai a jogar e ataca com perigo); Tanaka fez três assistências e fez jogo esforçado mesmo com muitas limitações táticas e Carrillo e Mário voltaram a mostrar muita qualidade. Nota menos para Mané.