Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Pódio decidido

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.03.14

 

 

O Benfica venceu em Braga e continua com mais sete pontos do que o Sporting e um calendário fácil. Já o Sporting, bateu o Guimarães por 1-0 e já leva uma vantagem de oito pontos sobre o FCP, derrotado na Madeira. Assim sendo, a cinco jogos do fim, parece-me que o pódio já está feito. Com uma bela segunda volta, o Benfica lidera e só tem que gerir a vantagem ante Rio Ave, Arouca e Olhanense. Se tudo correr como até aqui, os jogos com o Setúbal e FCP serão apenas para cumprir calendário. Já o Sporting, pode garantir o acesso direto à Champions nos jogos com o Paços, Gil e Belenenses. Por fim, o FCP já não deve conseguir subir do terceiro posto. Também os quarto e quinto postos parecem já ter dono: Estoril e Nacional. No fim da tabela, Belenenses e Olhanense não devem escapar à descida.

 

Elias

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.03.14

 

Ainda há esperança. Elias pode deixar hoje o Sporting e rumar ao Corinthians. Os dirigentes brasileiros estão confiantes na transferência no último dia de mercado no Brasil. O Sporting pode receber uma boa maquia e, ainda, passes de jogadores. Elias ruma a um grande clube e o Timão recebe um jogador de grande qualidade.

Conferência reúne Luiz Felipe Scolari, Carlos Queiroz, Fernando Santos e Paulo Bento em Lisboa

por Francisco Chaveiro Reis, em 28.03.14

 

 

 

O papel da formação na competitividade do futebol nacional e as expetativas para o Mundial 2014 vão estar em análise numa conferência que vai reunir em Lisboa várias personalidades ligadas à modalidade. Luiz Felipe Scolari, Carlos Queiroz, Fernando Santos e Paulo Bento são alguns dos oradores convidados da conferência “Falar de Futebol”, que se realiza no dia 7 de abril, no Espaço BES Arte & Finança, em Lisboa.

 

Promovido pela Player Eight, liderada por Pedro Barbosa, ex-jogador do Sporting Clube de Portugal e da Seleção Nacional, o evento vai analisar as diferentes dimensões do fenómeno futebolístico ao longo de painéis temáticos que contarão com a participação de vários especialistas (ver programa completo mais à frente).

 

O papel da formação estará em destaque no primeiro painel do dia, que contará com os contributos de Carlos Bruno, Coordenador de Treino Físico da Academia do Sporting (SCP Lab), João Tralhão, Treinador da equipa de Juniores do Sport Lisboa e Benfica, e Nuno Rocha “Capucho”, Treinador da equipa de Juniores do Futebol Clube do Porto.

 

A importância da formação e das equipas B no processo evolutivo dos jovens jogadores será o mote para as intervenções de Pedro Mil-Homens, Professor da Faculdade de Motricidade Humana, Rui Jorge, Selecionador Nacional de Sub-21, e Abel Ferreira, treinador da equipa B do Sporting Clube de Portugal.

 

No painel seguinte José Couceiro, Treinador do Vitória Futebol Clube, Marco Silva, Treinador do Estoril-Praia, e Rui Vitória, Treinador do Vitória Sport Clube, darão a sua perspetiva sobre o nível de competitividade do futebol nacional.

 

O programa da conferência prossegue de tarde, retomando os trabalhos com uma análise ao posicionamento das marcas na indústria do futebol. Os convidados para este painel serão Miguel Bento, Diretor Comercial e de Marketing do Sport Lisboa e Benfica, Miguel Osório, Administrador de Marketing da Sonae MC, e Paulo Padrão, Diretor-Coordenador do Departamento de Comunicação do BES

 

O Mundial deste ano será o tema central dos restantes painéis da tarde. Luiz Felipe Scolari, Selecionador Nacional do Brasil, partilhará as suas expetativas em relação à prova e ao desempenho da “seleção canarinha” e o impacto que se espera que tenha no país.

 

A conferência “Falar de Futebol” vai reunir no mesmo painel os treinadores portugueses que marcarão presença no Mundial 2014. Carlos Queiroz, selecionador do Irão, Fernando Santos, Selecionador da Grécia, e Paulo Bento, Selecionador Nacional, são os oradores convidados para o painel “Mundial a Falar Português”.

 

A sessão de encerramento da conferência ficará a cargo de Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol.

 

A Conferência “Falar de Futebol” tem o apoio do BES, Liberty Seguros, Continente, Sagres e conta com o apoio institucional da Federação Portuguesa de Futebol.

 

Conferência “Falar de Futebol”

7 de abril

Espaço BES Arte & Finança, Praça Marquês de Pombal, 3 -  Lisboa

 

PROGRAMA *

 

8h30 :: Registo / Welcome Coffee

9h25 :: Boas-vindas

9h30 :: “Como se trabalha na formação”

Carlos Bruno, Coordenador de Treino Físico – Academia do Sporting (SCP Lab)

João Tralhão, Treinador de Juniores – Sport Lisboa e Benfica

Nuno Rocha “Capucho”, Treinador de Juniores – Futebol Clube do Porto

 

10h30 :: Coffe-break / Speed Networking

11h00 :: “Formação e as equipas B – Processo Evolutivo”

Pedro Mil-Homens, Professor da Faculdade de Motricidade Humana

Rui Jorge, Selecionador Nacional de Futebol Sub-21 – Portugal

Abel Ferreira¸ Treinador da equipa B do Sporting Clube de Portugal

 

12h00 :: “Futebol Português – Até onde podemos ser competitivos”

José Couceiro, Treinador do Vitória Futebol Clube

Marco Silva, Treinador do Estoril-Praia

Rui Vitória, Treinador do Vitória Sport Clube

 

13h00 :: Pausa para almoço

 

14h30 :: “As marcas : o futebol como veículo de comunicação”

Miguel Bento, Diretor Comercial e de Marketing – Sport Lisboa e Benfica

Miguel Osório, Administrador de Marketing – Sonae MC

Paulo Padrão, Diretor-Coordenador do Departamento de Comunicação – BES

 

15h30 :: “Mundial no Brasil”

Luiz Felipe Scolari, Selecionador Nacional de Futebol – Brasil

16h30 :: Coffee Break / Speed Networking

 

17h00 :: “Mundial a falar português”

Carlos Queiroz, Selecionador Nacional de Futebol – Irão

Fernando Santos, Selecionador Nacional de Futebol – Grécia

Paulo Bento, Selecionador Nacional de Futebol – Portugal

 

18h30 :: Sessão de Encerramento

Fernando Gomes, Presidente da Federação Portuguesa de Futebol

 

PORTUGAL REVELA NOVO EQUIPAMENTO ALTERNATIVO NIKE PARA 2014

por Francisco Chaveiro Reis, em 27.03.14

 

 

“Quisemos dar a Portugal um look clássico e sofisticado no seu equipamento alternativo, captando a extravagância e o brilho do futebol que os levou à qualificação para o Brasil”, refere Martin Lotti, Global Creative Director, Nike Football.

 

A nova camisola apresenta uma gola com dois níveis e punhos azuis. Ao lado do símbolo da Federação Portuguesa de Futebol estão os anos 1914 e 2014, em comemoração do seu centenário.

 

No interior da gola, junto ao pescoço é apresentada a Ordem de Cristo, cruz portuguesa evocativa que presta homenagem à gloriosa história marítima do país. A cruz estava brasonada nas velas dos barcos dos grandes exploradores portugueses do século XV.

 

O nome e os números nas costas da camisola do equipamento alternativo de Portugal foram especialmente criados e inspirados nos tipos de letra antigos, usados na simbologia tradicional portuguesa. O resultado é uma fonte moderna e ao mesmo tempo Art-Déco.

 

Os novos calções são azuis. Simples e icónicos, o ajuste é mais fino e mais justo ao corpo, com um corte concebido especificamente para ajudar ao movimento e conforto. Na parte de trás, ao centro, os calções apresentam aberturas a laser para auxiliar à ventilação e à gestão da humidade. As novas meias do equipamento alternativo são brancas.

 

“O novo equipamento alternativo é impressionante, o branco tem muito estilo e mal posso esperar por o usar em campo” refere Cristiano Ronaldo, capitão da Selecção Nacional. “É a maior honra representar o país enquanto futebolista e vou utilizar o equipamento nacional com orgulho. Tenho a certeza que este novo equipamento vai dar a toda a equipa confiança para jogar pela nossa nação.”

 

 

REVOLUÇÃO EM VENTILAÇÃO E CONFORTO

 

O equipamento ajuda na performance dos jogadores ao regular a temperatura corporal ao longo do jogo. Ao usar uma combinação da tecnologia Nike Dri-FIT, a malha “burnout” e aberturas de ventilação cortadas a laser, os designers conseguiram localizar os pontos onde os jogadores necessitam de mais ventilação.

 

A tecnologia Nike Dri-FIT puxa a humidade da pele para o exterior do equipamento ajudando a uma evaporação mais rapida. As aberturas cortadas a laser para ventilação e a malha trabalhada em áreas-chave onde o calor se gera, permitem uma maior respirabilidade e fluxos de ar através da pele.

 

“Ao gerir o suor e manter o corpo fresco por mais tempo, os jogadores sentem-se mais confortáveis, suam menos e jogam melhor”, afirma Martin Lotti, Creative Director da Nike Football.

 

Além disto, para ajudar a que os jogadores se mantenham frescos, o equipamento é feito com um novo fabrico de duas malhas que incorpora algodão e polyester reciclado para criar o melhor em termos de propriedades de absorção de humidade, ao mesmo tempo que se consegue um toque mais suave e um corte mais elegante.

 

 

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

 

Em linha com o compromisso da Nike de garantir uma performance superior com menor impacto ambiental, a camisola, os calções – e pela primeira vez num equipamento nacional, as meias – o tecido é feito a partir de garrafas de plástico recicladas (polyester 100% reciclado nos calções, 96% reciclado na camisola e 78% nas meias).

 

Cada equipamento é feito usando uma média de 18 garrafas de plástico recicladas. Desde 2010, a Nike retirou mais de 2 mil milhões de garrafas de aterros, o suficiente para cobrir mais de 2800 campos de futebol.

 

“Incorporar a sustentabilidade ambiental é  a chave no processo de design e desenvolvimento”, afirma Lotti. “O nosso objetivo é criar um equipamento que seja bom para os jogadores e bom para o planeta”.

 

 

AJUSTE  PERFEITO

 

Os designers utilizaram imagens tridimensionais de futebolistas de elite para recolherem dados sobre a forma dos jogadores e identificar um corte atualizado, melhorando o conforto e permitindo que o corpo se mova mais naturalmente no equipamento.

 

Ao prestar atenção a todos os elementos do equipamento de futebol moderno, os designers da Nike deram também especial atenção às meias. Ao combinar opiniões de atletas com investigação de novos materiais e fabricos, a meia Nike Elite Match Fit para 2014 contempla um ajuste específico para futebol. Zonas estrategicamente almofadadas asseguram conforto e proteção desde os dedos ao tornozelo, onde a maioria dos impactos ocorre, enquanto o apoio no peito do pé bloqueia-o, impedindo que este escorregue.

 

NIKE PRO BASELAYER

 

A nova Nike Pro baselayer é a mais leve de sempre da Nike e apresenta uma ventilação e respirabilidade melhoradas. Os jogadores podem escolher uma variedade de estilos de Nike Pro baselayer.

 

Olhando para 2014, a Nike vai oferecer uma variedade de camisolas Nike Pro aos jogadores. Este produto foi desenhado para enfrentar a amplitude de temperaturas que os jogadores vão encontrar no Brasil: temperaturas elevadas durante o dia, e temperaturas muito baixas nos jogos disputados durante a noite na zona sul do país.  A Nike redesenhou os calções baselayer para 2014 a partir das opiniões de alguns dos melhores jogadores do mundo.

 

“Quando pedimos aos jogadores para falarem do tipo de proteção de que necessitam durante um jogo, eles mostraram-nos cicatrizes e escoriações na zona superior traseira da anca”, relembra Lotti. “Vários jogadores mostraram-nos essas mesmas lesões por isso propusemo-nos a adicionar mais proteção, tendo em conta, ao mesmo tempo, a necessidade de leveza e respirabilidade”.

 

O resultado são os calções Nike Pro Combat Ultralight Slider. Apresentando zonas aumentadas e ajustadas de proteção contra escoriações por forma a coincidir com o padrão de deslize dos atletas, os calções são também 20% mais leves que as versões anteriores e feitos com polyester 87% reciclado.

 

O equipamento alternativo está disponível nas Nike Stores e em nike.com a partir de 3 de abril.

 

 

Imagens em alta resolução:

 

http://nikeinc.com/news/portugal-unveils-new-nike-away-kit-for-2014#/inline/28246

 

Sporting cumpre na Madeira

por Francisco Chaveiro Reis, em 24.03.14

 

 

Febre do golo

por Francisco Chaveiro Reis, em 24.03.14

 

 

Jornada louca em Inglaterra com mais de 40 golos marcados. O destaque, em termos de jogo, vai todo para a goleada do Chelsea ao Arsenal. Ao jogo 1000 pelo Arsenal, Wenger recebeu, da forma mais cruel, a mensagem de que já não tem lugar na Premier. 6-0. Sem espinhas. Quanto ao golo, o destaque vai todo para Rooney. Do meio campo, curiosamente com Beckham a assistir, fez um golão ao West Ham. O United venceria por 2-0 com um bis do possante inglês. Restantes resultados: Tottenham 3 Southampton 2; Aston Villa 1 Stoke City 4; Newcastle 1 C. Palace 0; Everton 3 Swansea 2; Norwich 2 Sunderland 0; City 5 Fulham 0; Hull 2 WBA 0 e Cardiff 3 Liverpool 6. O Chelsea lidera, seguido pelo Liverpool mas o City, terceiro, tem três jogos em atraso.

3-4 enganador

por Francisco Chaveiro Reis, em 24.03.14

 

 

O resultado do Real Madrid - Barcelona, 3-4, esconde uma péssima exibição do árbitro. O Real foi beneficiado com um penalty, quando a falta sobre Ronaldo deveria ter resultado num livre direto mas foi castigado com dois penaltys inexistentes e, sobretudo, com a expulsão de Ramos. O Barça começou melhor, marcado por Iniesta logo aos 6 minutos mas, Benzema, a passes de Di María bisou. Messi empatou. Na segunda parte, Ronaldo, de penalty fez o 3-1 e o astro argentino completaria o hat-trick, com dois golos de penalty. Com orçamento bem mais modesto do que os concorrentes, o Atlético de Madrid lidera com 70 pontos, os mesmos do que o Real e mais um do que o Barcelona.

Shikabala vai à Madeira

por Francisco Chaveiro Reis, em 21.03.14

 

O médio Shikabala foi, finalmente, convocado por Leonardo Jardim, após um período de recuperação física e aparições na equipa B. O novo número 7 substitui André Martins, lesionado. Ainda assim, deverá Magrão o titular, sendo de prever que o egipcío entre na segunda parte. Aposto neste onze para derrotar o Marítimo: Patrício, Cédric, Maurício, Rojo e Jefferson; Adrien, William e Magrão; Mané, Slimani e Capel. Aposto nas chamadas de Carrillo, Montero e Shikabala a jogo.

2-2´s, Sevilha e AZ

por Francisco Chaveiro Reis, em 21.03.14

 

Benfica e FC Porto estão nos quartos da Liga Europa onde irão defrontar AZ e Sevilha, respetivamente. O Benfica, após boa exibição em Londres, deixou-se surpreender em casa e empatou a duas bolas. Garay marcou o seu sétimo golo na temporada mas Chadli, com permissão da defesa encarnada, bisou. Lima, de penalty, fez o 2-2 e o Benfica passa com um total de 5-3.

 

Missão difícil tinha o FCP em Nápoles. Com vantagem curta (1-0), num estádio imponente e cheio de adeptos fanáticos e, sobretudo, contra uma equipa repleta de talentosos executantes, empatou a duas bolas. A primeira parte correu mal e só por sorte é que o Nápoles não marcou mais do que um golo. Pandev fez o 1-0 com o qual se chegou ao intervalo. Pandev, Higuaín, Merteens e Insigne fizeram a cabeça em água à defesa portista na primeira parte. Sem Ba disponível e Maicon e Alex Sandro lesionados, a defesa foi Danilo-Reyes-Mangala-Ricardo Pereira. Na segunda parte, já com a defesa mais unida, o FC Porto recuperou e contou com a qualidade de Josué e Ghilas para dar a volta ao texto. Ghilas, de primeira, à saída de Reina empataria e, pouco depois, Quaresma, numa grande jogada individual faria o 1-2. Duván Zapata fez, ainda o 2-2 mas o FCP deixou boa imagem.

 

Na próxima ronda, quanto a mim, os dois clubes portugueses são favoritos. O AZ mostra pouco futebol este ano e prevejo uma eliminatória fácil para o Benfica. Mais difícil será a vida do FCP mas, se jogar como na segunda parte de ontem, será favorito. O Sevilha fez fraco jogo ontem contra o Bétis e se não melhorar muito, não fará frente aos portistas, mesmo tendo jogadores como Bacca, Rakitic ou Reyes.

 

Quadro completo dos quartos de final da Liga Europa:

AZ - Benfica

Lyon - Juventus

Basileia - Valência

FCP - Sevilha

Sem espinhas

por Francisco Chaveiro Reis, em 19.03.14

 

Chelsea (2-0 ao Galatasary) e Real Madrid (3-1 ao Shalke 04) estão nos quartos da Liga dos Campeões. Sem dificuldades.

Sporting vence com golo irregular

por Francisco Chaveiro Reis, em 19.03.14

 

Numa altura em que o Sporting intensifica o seu protesto contra as arbitragens que o prejudicam, ganhou ao FC Porto por 1-0 com um golo irregular. É irónico e este erro não deveria ser desculpado com os pontos que o Sporting já perdeu este ano. O jogo deveria ter ficado 0-0 apesar de achar que o Sporting esteve melhor. O segundo lugar e os quase 9 milhões que esse posto justifica, estão bem mais perto. Que as restantes jornadas não tenham casos.

Um novo Milan

por Francisco Chaveiro Reis, em 12.03.14

 

 

 Poucas dúvidas restam de que o Milan fará uma das piores épocas de sempre e nem às competições europeias irá no próximo ano. 2014/2015 será um ano para apostar em jovens (Petagna, Cristante ou Vergara) e devolver a mística ao clube, perdida com uma enxurrada de saídas. Nos últimos anos Maldini, Nesta, Cafú, Seedorf, Gattuso, Pirlo ou Ambrosini deixaram San Siro. Para voltar ao sucesso, o Milan deve refazer o seu plantel e começar quase do zero.

 

Juventus e Roma regressaram ao 3-4-1-2 tradicional do futebol italiano dos anos 90 e têm tido sucesso com essa aposta. Seria uma ótima solução para o novo Milan. Na baliza, Abbiati, quase eterno, deve ficar mas, já é tempo de Amelia ter oportunidade de se afirmar como titular. Gabriel continuará à espera.

 

Para a defesa, três bons jogadores. Dos centrais disponíveis, apenas Rami parece ter condições de ser titular. Bonera, pelos anos de casa e Vergara, pela juventude, podem continuar. Já Zapata e Méxes são fracas opões. Ranocchia, sempre com um pé de fora do Inter e Criscito, a jogar na Rússia poderia fazer um bom trio com Rami. Astori, perdido no Cagliari há demasiado tempo, poderia ser também uma boa opção. Bochetti (Spartak) seria outro a considerar.

 

No meio-campo, fazem falta três a quatro homens para as alas. Abate, De Sciglio e Emanuelson são opções interessantes. Criscito pode fazer o lado esquerdo mas faltaria ainda  um homem para precaver lesões. De Ceglie, encostado na Juventus, poderia ser uma boa opção.

 

No centro, De Jong, Essien e Muntari pouco acrescentam. Montolivo, Saponara e Nocerino são bons jogadores e devem manter-se. No entanto, falta um jogador raçudo mas mais rápido do que os dois ganeses e holandês. M´Vila ou mesmo Lass Diarra poderiam relançar as suas carreiras no gigate italiano. Para dez, há Taarabt, Honda, Kaká e Cristante. Duvido que se mantenham os quatro e, o melhor seria trocar os três primeiros por um jogador de classe inquestionável. O marroquino mostra alguma qualidade mas não se assume como jogador-chave tal como Honda  e Kaká perdeu as qualidades que conquistaram San Siro há dez anos. A melhor opção para jogar a dez, é mesmo Montolivo.

 

Para o ataque, sem competições europeias, Balotelli, El Sharwaary, Pazzini e Petagna são opções válidas e mais do que suficientes.

 

Assim sendo, apostaria num onze assim: Amelia, Ranocchia, Astori e Rami; De Sciglio, M´Vila, Saponara e Criscito; Montolivo, Balottelli e El Sharwaary.

 

Luciano Spalletti, demitido do Zenit, é um nome a ter em conta para o banco.

 

 

Milan e Arsenal de fora da Champions

por Francisco Chaveiro Reis, em 12.03.14

 

O triste Milan desta época foi eliminado da Champions. Derrotado em casa por 0-1, foi ao Vicente Calderón com a esperança de virar o texto, afinal, é natural pensar que uma equipa que tem Balotelli, Kaká ou Montolivo acorde, eventualmente. Não foi ontem. Diego Costa, com um belo golo, fez o 1-0. Kaká ainda empatou mas Arda Turan, antes do intervalo fez o 2-1. Na segunda parte, continuou o descalabro: Raul Garcia e Diego Costa fizeram o 4-1 final. Na Alemanha 1-1 entre Bayern e Arsenal. Bastian inaugurou o marcador, Podolski, ex-jogador dos bávaros empatou. Hoje joga-se o Barcelona-City e o PSG-Leverkusen. Catalães e parisienses têm a passagem praticamente garantida.

Van Persie quer deixar Manchester

por Francisco Chaveiro Reis, em 11.03.14

 

Robbie Van Persie causou choque quando decidiu trocar o Arsenal pelo United. Após oito épocas em que brilhava a nível individual mas em que não ganhava títulos, o holandês foi convencido por Sir Alex Fergunson a mudar-se para Old Trafford. No primeiro ano, tornou-se numa das estrelas da equipa e foi campeão. Objetivo cumprido. Mas, no fim dessa mesma época, Fergunson anunciou a retirada e o consulado de Moyes tem sido a desgraça que se sabe. Assim sendo, Van Persie quer deixar o clube no fim da época. Aos 30 anos (faz 31 em agosto), Van Persie tem ainda, no mínimo, três anos de bom futebol pela frente. Qual o seu destino? Ficará em Inglaterra onde quase todas as equipas o receberiam de braços abertos (seria um bom substituto para Suarez no Liverpool ou poderia mesmo regressar ao Arsenal) ? Muda-se para a liga espanhola (caberia no Real ou Barça?), segunda melhor liga do mundo, a seguir à Premier? Deixar-se ia seduzir pelo dinheiro de PSG ou Mónaco? Ou alguma equipa russa ou árabe vai chegar-se à frente?

 

Eu, por mim, gostaria de vê-lo no Milan a fazer renascer o clube ou no Dortmund, onde seria perfeito substituto de Lewandowski.

Benfica mais líder

por Francisco Chaveiro Reis, em 10.03.14

 

 

O Benfica é mais líder após ter batido o Estoril e do Sporting ter empatado. O Benfica entrou a matar e chegou rapidamente ao 2-0, com golos de Luisão e Rodrigo. Não houve mudança no marcador e o Benfica já tem mais 7 pontos do que o Sporting, segundo. Sporting que empatou a 2 em Setúbal. Pouco depois de um golo mal anulado a Adrien, Slimani fez o 0-1. As bancadas protestaram que a bola não terá entrado mas as repetições televisivas mostraram que sim. Na segunda parte, o Setúbal empataria, num lance em que o jogador adversário parecia fora-de-jogo e o Sporting voltaria à vantagem, por Adrien, na transformação de um penalty discutível. Em cima dos 90, Zequinha cai sozinho na área e Horta, jovem de grande classe e o melhor em campo, faria  2-2 final quando o resultado deveria ter sido 2-0. No Dragão, Quaresma falhou um penalty mas o FCP goleou o Arouca por 4-1 com dois de Quaresma (penalty com sucesso antes do falhanço e um belo golo depois), Carlos Eduardo (bonito efeito) e Jackson (com muita ajuda de um defesa mas regressou aos golos).

Chelsea lidera

por Francisco Chaveiro Reis, em 10.03.14

 

O Chelsea goleou o Tottenham e continua no topo da liga inglesa (o City tem menos três jogos). Os Spurs até fizeram uma primeira parte de nível, apesar do Chelsea ter tido boas oportunidades de golo mas, na segunda parte, veio o descalabro. O Chelsea goleou, mas com muita ajuda da defesa dos adversários. Vertoghen, que até é um dos melhores defesas do mundo, fez um passe atrasado, disparatado, que Eto´o leu, interceptou e usou para fazer o 1-0, fazendo a bola passar por baixo das pernas de LLoris. O camaronês festejou, fingindo-se um velho com dores nas costas, como forma de gozar com a recente polémica com a sua idade. Hazard, de penalty, fez o 2-0 e Demba Ba, vindo do banco aproveitou mais duas fífias para fazer o 4-0 final.

 

Mesmo sem um avançado com números decentes para uma equipa de topo e com os segundos, terceiros e quartos classificados com menos jogos, o facto é que, a 10 de março de 2014, Mourinho lidera a Premier. No fim-de-semana defronta o Aston Villa, fora.

Macron

por Francisco Chaveiro Reis, em 07.03.14

 

 

Segundo O Jogo Online de hoje, o Sporting será vestido pela Macron, marca italiana que equipa Nápoles, Lázio, Bétis ou Aston Villa. A maior parte dos sportinguistas preferia uma marca de maior dimensão. Concordo mas, gosto da criatividade da Macron. Veremos.

Ronaldo já é o melhor marcador de sempre da seleção

por Francisco Chaveiro Reis, em 06.03.14

 

 

Ao contrário do que eu esperava, Portugal fez um bom resultado e uma exibição decente ante dos Camarões, goleando os africanos, em Leiria por 5-1. Segue-se a Grécia a 31 de maio, antes do Mundial do Brasil. Bento apostou em Rafa a titular como avançado móvel e o jovem jogador do Braga não se encolheu. O "Hazard português" tem boas hipóteses de ser um dos 23.

 

Ontem, Ronaldo bisou e já é o melhor marcador de sempre da seleção, superando Pauleta. Meireles, Coentrão e Edinho fizeram os golos. Aboubakar fez o golo camaronês.

 

Nos outros jogos, destaque para: Espanha 1 Itália 0; Inglaterra 1 Dinamarca 0; Bélgica 2 Costa do Marfim 2; França 2 Holanda 0; Alemanha 1 Chile 0; Suíça 2 Croácia 2; África do Sul 0 Brasil 5.

Seleção joga hoje

por Francisco Chaveiro Reis, em 05.03.14

 

Portugal joga hoje em Leiria com a equipa dos Camarões num jogo, à partida, sem grandes motivos de interesse para além da estreia do novo e bonito equipamento. À parte disso, Anthony Lopes, Rafa, Cavaleiro podem estrear-se. Do outro lado, destaque para a presença de estrelas como Eto´o ou Alex Song.

 

Os onzes devem ser: Eduardo, Pereira, Pepe, Neto e Coentrão; Veloso, Moutinho e Meireles; Varela, Edinho e Ronaldo // Itandje, Bedimo, Kana-Biyk, Nkoulou e Ekotto; Song, Enoh e Makoun; Moukandjo, Eto´o e Aboubakar.

Vidic no Inter

por Francisco Chaveiro Reis, em 05.03.14

 

Nemanja Vidic, central sérvio de 32 anos, deixa o United no fim da época e  vai jogar no Inter de Milão. Após jogar no Estrela Vermelha e no Spartak de Moscovo, Vidic ganhou notoriedade em 9 épocas em Inglaterra. Na fase descendente da carreira muda-se para a liga, onde bem defender é uma arte. Boa opção para o defesa.

 

Pág. 1/2

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Links

Vizinhos

Informação desportiva