Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

28
Fev14

Golo de antologia de Gaitán marca noite europeia

Francisco Chaveiro Reis

 

O Benfica venceu o PAOK por 3-0 e segue em frente na Liga Europa. Lima, Gaitán e Markovic fizeram os golos, numa exibição sólida. O destaque vai todo para o golo de Gaitán. De livre, o argentino fez um dos melhores golos dos últimos anos, executando "à Panenka". Outro momento de interesse foi a expulsão de Katsouranis. O grego, agora central, à custa da idade, já disse publicamente que passou os melhores anos da carreira na Luz e ontem,  fez penalty (que daria o 1-0) e aquando da expulsão foi aplaudido de pé. Bonito. Segue-se o Tottenham de Adebayor, Soldado, Erikssen e muitos outros. Será difícil mas, com estes executantes, o Benfica tem legítimas aspirações a chegar a Turim.

 

Mais difícil foi a missão do FCP. Após do 2-2, deu-se um 3-3 em Frankfurt. Aigner e Meier (2) marcaram para os da casa (48 mil a vibrarem por uma equipa de meio da tabela). Mangala (2) e Ghilas para os forasteiros. Segue-se o Nápoles num eliminatória duríssima.

Para além das quatro equipas referidas, seguem em frentes, para os oitavos e jogam entre si:

 

Juventus - Fiorentina

Sevilha - Bétis

Lyon - Plzen

Ludogorets - Valência

Basileia - Red Bull Salzburgo

AZ - Anzhi

 

De fora, ficaram equipa Shaktar, Lázio, Dinamo de Kiev ou Ajax.

27
Fev14

Real Madrid goleia, Mourinho empata

Francisco Chaveiro Reis

O Real Madrid foi a Gelsenkirchen golear o Schalke por 1-6 e está com os dois pés na fase seguinte da Champions. Ronaldo, Bale e Benzema bisaram, Huntelaar, com o golo da noite, reduziu. Como se explica que uma equipa como o Shalke, recheada de bons jogadores, seja humilhada em casa? O Real com este trio - um português, um galês e um francês - parece imparável e, só o Bayern, parece estar melhor ou ao mesmo patamar.

 

No outro jogo, 1-1 em Instambul entre Galatasary e Chelsea. A equipa de Mourinho continua a evidenciar o mesmo problema de sempre: falta de poder de fogo. Torres até marcou mas o espanhol, tal como Ba ou Eto´o tem sido uma nulidade com números rídiculos para um avançado para um clube de nomeada. 

24
Fev14

Euro 2016

Francisco Chaveiro Reis

 

Portugal defrontará Dinamarca, Sérvia, Albânia e Arménia na qualificação para o Euro 2016. A França também faz parte do grupo mas, sendo anfitriã da prova, já está apurada e os seus jogos não entram nas contas do grupo, sendo apenas amigáveis. Passam os dois primeiros e os melhores terceiros ainda jogam um play-off. Mesmo que Portugal encare o apuramento com a habitual displicência, é quase impossível não ir ao Euro (desde 2000 que não falha uma fase final de uma grande competição).

 

A Albânia é candidata a pior equipa não tendo nenhum jogador de destaque mundial. Cana, da Lázio,  será o mais conhecido. Pouco mais forte é a Arménia. Mas, nesse caso, joga Mkhitaryan, avançado do Dortmund. Movsisyan do Spartak de Moscovo é outro jogador interessante.

 

A Dinamarca, de Kjaer, Erikssen e Bendtner é candidata ao terceiro posto já que, aposto na Sérvia como grande dor de cabeça para Portugal. Os sérvios, orientados por Drulovic, têm um contingente benfiquista que mete respeito (Markovic, Djuricic, Sulejmani e Fejsa) e mais uma mão cheia de craques como Mitrovic, Matic, Tadic, Tosic ou Nastasic.

 

Os jogos com a França podem também ser determinantes. Não dão pontos mas dão ou roubam) confiança.

 

24
Fev14

Efeito Slomka

Francisco Chaveiro Reis

O Hamburgo goleou o Dortmund por 3-0. Este resultado é mais expressivo ainda quando se pensa que o Dortmund é o terceiro e Hamburgo era o penúltimo e que o Dortmund mesmo sem Hummels, Subotic ou Gundogan é a equipa que dispiutou a final da Champions há poucos meses. O HSV, único totalista de participações na Bundesliga, está a fazer uma época terrível e conta com Mirko Slomka (terceiro treinador da época) para se salvar.

 

O efeito Slomka parece ter resultado. O alemão, que se destacou no banco do Hannover apostou em Adler na baliza e em Westermann, Djorou, Raijovic e Janssen na defesa. No meio, cinco homens. Badelj e Rincon a defender, Jiracek, Arskan e Hakan a atacar. Na frente, Lasogga, melhor em campo. O primeiro golo surgiu por Jiracek após jogada de insistência de Lasogga, muito físico e constante dor de cabeça para Sokratis e Friedrich. Lasogga, a passe fantástico de Arslan, aumentaria a contagem. Em cima do apito final, o jovem turco Hakan marcou o golo da jornada - livre direito a quarenta metros da baliza.

 

O golo de Hakan

 

24
Fev14

Milan dá sinal de vida

Francisco Chaveiro Reis

O Milan de Seedorf foi a Génova vencer a Sampdória por 0-2 e fez a melhor exibição da época. Sem Balotelli, o Milan entrou melhor e dominou todo o jogo. Seedorf apostou, de novo, em Amelia na baliza. Abate e Constant fizeram as alas e, no centro, Rami e Zaccardo foram uma dupla tranquila. No meio, um duplo pivot com Muntari (depois Essien) e Montolivo. Atrás de Pazzini (regresso à casa onde se fez estrela), três homens: Honda, Saponara e Taarabt. O marroquino Taarabt, reforço de inverno, fez o 0-1. Rami, que encheu a defesa e o campo, faria o segundo.  O Milan, mesmo sem Balo e Kaká não acusou a derrota na Champions e deixou uma boa imagem. No lado da Samp, destaque para o avançado Éder, sempre inconformado.

Pág. 1/5

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Comentários recentes

Pesquisar