Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Os melhores de 2013

 Jogador

Equipa

 Treinador

Guarda-redes

 Defesa lateral

 Defesa central

 Médio defensivo

 Médio ofensivo

 Avançado

Onze

Neuer, Lahm, Dante, Subotic e Alaba;

Schweinsteiger, Vidal e Ozil; Ribery, Messi e Ronaldo

 

Pabón, Piatti e Postiga

 

O Valência não conta com Pabón, Piatti e Postiga e os três deixarão o Mestella já em janeiro. Quanto a mim, um dos dois primeiros ou, idealmente, os dois, encaixariam que nem uma luva no Sporting. Pabón já deixou de ser uma jovem promessa e, em ano de Mundial, ganharia em jogar com regularidade. Seria o tal extremo goleador que faz falta. Encontraria em Alvalade, um compatriota (Montero) e daria muitas alegrias aos sportinguistas.

 

Já Piatti, que pode ser dez, segundo avançado ou extremo, será mais dificil por melhor e mais novo. Seria a garantia de qualidade no meio do Sporting. Tentar o empréstimo dos dois e tentar comprá-los para o ano com a verba de possíveis vendas de William ou Patrício, seria o plano ideal.

 

Postiga, ex-Sporting, já foi associado ao clube de Alvalade mas, creio que nada acrescentaria. O Sporting tem dois avançados para um esquema em que só um joga. Postiga é um jogador com qualidade mas, num 4-4-2 como segundo avançado. Não é o caso deste Sporting e, a ser, o segundo avançado seria sempre Montero.

Vitórias morais não enchem a barriga

O Sporting recebeu ontem o campeão nacional e empatou a zero bolas. Foi superior, teve muitas oportunidades mas todas esbarraram na enorme exibição de Fabiano e na ineficácia leonina. Slimani, Eric e Boeck foram chamados ao onze, ficando Montero, Maurício e Patrício no banco. Estes três tiveram irrepreensíveis. Boeck esteve sempre seguro. Na defesa, grande jogo de Cédric, a defender, atacar e a cruzar muito e bem. Teve "pilhas" todo o jogo. Eric e Rojo fizeram dupla de classe e Jefferson fez dos melhores jogos de verde  e branco. No meio, a classe habitual. No ataque, Slimani esteve bem, sempre a pedir bola e a tentar servir os alas. Alas, esses, apagados. Capel e Wilson pouco fizeram. Carrillo, que entrou muito bem, fez mais do que os outros dois em todo o jogo. Montero fez pouco e Vítor falhou dois golos feitos. Esta equipa orgulha, tem garra e cada vez está mais entrosada mas, o banco é curto e falta quem decida quando Montero está desinspirado. Um avançado de qualidade que caia nas alas, seria a minha aposta para janeiro, a par de um dez mais ofensivo e rematador do que Martins. Ser melhor não conta, se a bola não entrar.

 

PS: 21 mil pessoas é assistência para um jogo de Taça de Portugal ou da Liga com uma equipa pequena. Um jogo quase às 21h00 de um domingo, com preços altos, não é grande ideia. Este jogo, às 15h00 de ontem, com preços mais acessíveis e compatíveis com o fim do mês e realidade portuguesa, teria levado mais de 40 mil às bancadas. É pena.

Pág. 1/6