Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Chucho Benitez partiu

29
Jul13

 

Chucho Benitez, avançado equatoriano de 27 anos, morreu hoje no Catar. O jogador, que trocara o Américo do México pelo Al Jaish não resistiu a uma

paragem cardíaca.

 

Na Europa nunca teve sucesso mas, os golos marcados na liga mexicana previa que regressasse mais cedo ou mais tarde. Começou no El Nacional do seu país natal, tendo ido depois para o Santos Laguna que o emprestou a Birmigham (única experiência na Europa) e América, onde ficou três anos de grande sucesso. Estreara-se pelo novo clube há pouco.

 

Pelo seu país, jogou 50 vezes. Era um dos avançados mais interessantes do mundo.

O novo Nápoles

29
Jul13

Está a reunir-se em Nápoles uma bela equipa de futebol. Se nos últimos anos havia uma equipa de qualidade, ás costas dos golos de Cavani, este ano, as estrelas são mais e o pensamento é o de vencer a liga italiana.

 

Após ter falhado no Inter, Rafa Benitez chegou a Nápoles com um belo orçamento e presença assegurada na Champions. Pepe Reina, bem conhecido de Rafa chega para a baliza. Na defesa, fala-se no interesse em Coentrão e Srktel mas, Albiol já está em Itália. O promissior Uvini, regressa, após empréstimo ao Siena e estará no ponto para se assumir como opção.

 

No meio campo, Gargano, médio uruguaio raçudo veio do Inter mas, é no ataque, que moram as promessas. Callejon, Higuaín e Mertens reforçam o Nápoles e podem muito bem ser o trio de ataque da equipa do sul de Itália.

 

O clube ainda está no mercado com a carteira recheada, e, não se pode esquecer, que já conta com homens de muita qualidade como Hamsyk, Pandev, Insigne, Inler ou Cannavaro.

 

Neste momento, arrisco um onze assim: Reina, Zuniga, Cannavaro, Albiol e Maggio, Gargano, Inler e Hamsyk, Callejon, Higuaín e Mertens.

 

Acredito que, este ano, a luta será a três: Juventus, Nápoles e....Fiorentina.

Irmãos

29
Jul13

 

Foi bonito ver João Mário e Wilson Eduardo a jogarem lado a lado no sábado. Os irmãos cumpriram o sonho de jogarem juntos pela equipa principal do seu clube do coração.

Por resolver

29
Jul13

 

Apesar das boas indicações, o plantel do Sporting está mergulhado em dúvidas. Patrício tem uma proposta do Mónaco e pode/vai sair. O guarda-redes merece melhor equipa mas o dinheiro será importante para o clube e o salário do número 1 deverá ser principesco. Já na defesa, Ilori, já associado a Liverpool e Chelsea, não foi apresentado e talvez possa sair. Jovem promissor pode render uma boa quantia. Havendo Eric,Maurício (a continuar assim), Rojo, Fokobo, Reis ou Tobias, pode ser mais importante vendê-lo do que mantê-lo.

 

No miolo, Labyad pouco rende mas, com paciência, penso que ainda poderá dar muito ao clube. Ainda assim, o facto é que ganha muito e rende pouco. Veremos se fica.

 

No ataque, espera-se por Bruma que, se não regressar ao trabalho, obrigará a uma ida ao mercado. Capel pode ainda ter mercado, apesar de Marselha e Liverpool se terem virado para outros alvos.

 

Depois, há o principal problema: Onyewu, Boulahrouz,Pranjic, Jeffrén ou Bojinov não contam, pouco deram ao clube e têm salários altos. Estará o Sporting à espera  de um encaixe financeiro para poder rescindir com eles? Salomão, Santos, Turan ou Evaldo, com salários maiss baixos, também não contam e são casos por resolver.

Boas indicações

29
Jul13

 

 

Recuso-me a entrar em euforias ou depressões mas, gostei do que vi no sábado, como já gostara de jogos anteriores. O Sporting não é uma equipa de classe mundial mas mostra-se bem organizada e, acima de tudo, com vontade e garra, algo que não se viu no ano passado.

 

No jogo com a Real Sociedad, com uma assistência simpática, o Sporting derrotou o quarto classificado da liga espanhola, algo que é digno de nota. Maurício de cabeça fez o 1-0. Adrien, com um golão, fez o segundo. Gostei da forma como a defesa, no centro se mostrou segura, com Eric a dar continuidade às exibições do ano passado, e Maurício, de quem eu muito desconfiava a jogar de forma simples e segura, para além de marcar um golo. erá a dupla que iniciará a época, uma vez que Rojo está lesionado e Ilori, que não foi apresentado, não parece ser opção, para já (Vai começar na B? vai ser vendido? Está a ser castigado por não renovar?).

 

No meio-campo, Martins é o craque que se conhece e Adrien, talento por explodir há anos, pode ter o seu ano de afirmação. O trio ficou completo com William, a revelação da pré-época. O jovem angolano é recuperador, lança o ataque e remate de longe com qualidade. Pode ser um caso sério já este ano, deixando Rinaudo no banco. Labyad, esse, não acerta o passo.

 

No ataque, Cissé está longe de ser jogador para o Sporting, pelo menos para já (daí o nome Orlando Sá aparecer por aí). Montero, há poucos dias em Lisboa também mostrou pouco. Aguardemos. Nas alas, Capel, não sendo de top, deve ficar com o lugar à falta de inspiração de Carrillo mas, com Iuri Medeiros a olhar para o espanhol e, na direita, aguarda-se por Bruma. Wilson será suplente.

 

Para já, as boas indicações dominam. As más são as alas defensivas fracas e ausência de um matador. Veremos.