Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

A nova pele do campeão

01
Jul13

 

 

 

 

F.C. PORTO APRESENTA EQUIPAMENTO PRINCIPAL E ALTERNATIVO PARA A ÉPOCA 2013/2014

 

 

No ano em que comemora o 120.º aniversário, o Futebol Clube do Porto apresenta-se com um novo equipamento, caracterizado por detalhes dourados a assinalar o sucesso do clube ao longo dos anos.

 

Com finas riscas azuis e brancas, a camisola apresenta uma gola azul em V, debruada a dourado, com mangas azuis e punhos brancos, igualmente debruados a dourado.

 

Nas costas, a cor predominante é o azul com as finas riscas azuis e brancas a marcarem presença na parte de baixo.

 

Os novos calções do equipamento principal são azuis, com uma fina risca dourada de lado, bem como as meias, que apresentam ainda apontamentos brancos e dourados na parte de trás.

 

O equipamento alternativo apresenta um design moderno e duas tonalidades de azul.

 

A camisola alternativa apresenta uma gola azul escura em V, debruada a dourado, à semelhança das mangas também elas debruadas na mesma tonalidade e com a base em azul escuro.

 

Tanto na camisola do equipamento principial, como na alternativa, encontra-se uma etiqueta dourada que mostra o primeiro emblema do clube – utilizado em 1910 – e as datas 1893 e 2013.

 

Os novos calções do equipamento alternativo são azuis escuros, com uma fina risca dourada de lado, bem como as meias, que apresentam ainda apontamentos azuis escuros e dourados na parte de trás.

 

Este novo equipamento realça a forte aposta da Nike no design e desenvolvimento tecnológico, enquanto contribui de forma determinante para o desempenho dos jogadores através da introdução de importantes características técnicas.

 

 

 

Poliéster reciclado

 

O equipamento é feito de poliéster reciclado, como parte do compromisso da Nike em produzir produtos de elevada performance com o mínimo impacto ambiental. A camisola e os calções de cada um dos equipamentos são feitos a partir de 13 garrafas de plástico recicladas.

 

As garrafas de plástico são recuperadas e derretidas para produzir novos fios convertidos depois no tecido que permite criar estes equipamentos de alta performance. Este processo permite poupar matéria-prima, ao mesmo tempo que reduz o consumo de energia em cerca de 30%, comparativamente com o fabrico de poliéster virgem.

 

Desde 2010, a Nike aproveitou mais de 1,1 biliões de garrafas de plástico dos aterros, através da utilização de poliéster reciclado.

 

 

Fabrico e NIKE DRI-FIT

 

O equipamento pesa apenas 150 gramas, é 23 por cento mais leve que o equipamento anterior. Dispõe também de uma estrutura de malha 20 por cento mais forte e melhorada.

 

A tecnologia Nike Dri-FIT, incorporada nos equipamentos, ajuda a regular a temperatura do corpo, eliminando o suor e mantendo os jogadores secos e frescos durante o jogo.

 

A ventilação laser cut promove a refrigeração localizada permitindo que os jogadores se mantenham focados no jogo.

 

A camisola foi trabalhada com bandas T e com costuras internas termo-seladas, que garantem um melhor acabamento assim como aumentam o conforto e a performance

 

Nike Pro Combat

 

Para completar o equipamento de jogo do futebol moderno, o Nike Pro Combat é fornecido para ser usado por baixo do equipamento, oferecendo aos jogadores um maior conforto e proteção contra impactos.

 

A gama Nike Pro Combat de long e short-slevees permite aos jogadores manterem-se frescos e secos em condições de maior calor, e quentes e secos quando o tempo se torna mais frio.

 

Os calções Slider têm um painel extra para uma maior protecção permitindo aos jogadores deslizar e fazer os cortes de bola com  maior confiança.

 

Imagens em alta resolução:

http://nikeinc.com/news/f-c-porto-unveil-nike-home-and-away-kits-for-2013-14-season

 

Só deu Brasil

01
Jul13

O Brasil venceu, com classe e  até facilidade, a Espanha por 3-0. Os brasileiros começaram a partida a marcar, graças a um golo de Fred. A Espanha, cansada, não impôs o seu jogo e aos 44 minutos sofreu o segundo, pelo inevitável Neymar. Pouco antes, David Luiz, em cima da linha, evitara o empate. Na segunda parte, a Espanha continuou amorfa e Fred bisou. O Brasil venceu no mítico Maracanã, a prova que serve de ensaio-geral para o Mundial. Mesmo sem Kaká, Ronaldinho e, principalmente, sem Ramires, o Brasil de Scolari está no bom caminho.

 

Daqui a um ano, prevejo um grupo muito semelhante. Penso que entrará Damião (lesionado antes do início da prova) para o lugar de Jô e que  Fernandinho, se se der bem no City, também pode ter uma palavra a dizer. Já Ramires, médio completo do Chelsea, ainda não percebi se foi embirração de Felipão mas é, sem dúvida, superior a Jean, por exemplo.

 

Luiz, Silva, Paulinho, Gustavo, Neymar e Fred fizeram uma grande prova.

 

 

Três craques em Kiev

01
Jul13

O Dinamo de Kiev será o clube europeu que melhor está a contratar. Acaba de juntar a um plantel com soluções interessantes como Veloso ou Brown, os reforços Belhanda, Lens e Mbokami. Belhanda é um dez marroquino de classe mundial; Lens, um extremo que é opção frequente numa solução onde não faltam craques nas alas e Mbokami é um avançado mortal. A luta Dinamo-Shaktar acaba de se tornar mais interessante e mais igual.

Em frente

01
Jul13

 

Bruno de Carvalho conquistou os sportinguistas em poucos meses. Quanto a mim está no caminho certo. Ontem, foi legitimado e mandatado para salvar o clube. Força.

Jefferson

01
Jul13

Encontrei ontem Jefferson numa bomba de gasolina em Cascais. Apressei-me a cumprimentá-lo e a desejar-lhe boa sorte. Pela simaptia e humildade desmonstradas, por mim, já começa bem a época.