Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

City marca 7 ao Stoke e segue em primeiro

por Francisco Chaveiro Reis, em 16.10.17

622_351bb982-4dd3-490f-ab9b-0081f2204259.jpg

Num jogo quase perfeito, o Manchester City venceu o Stoke City por 7-2 e continua na frente da melhor liga do mundo. Mesmo sem Aguero, lesionado, a capacidade goleadora dos Citizens é enorme e só os dois golos sofridos espantam, quem viu o jogo. Bernardo Silva estreou-se a marcar. Outro português em destaque foi Marco Silva. O seu Watford venceu o Arsenal por 2-1 e está no quarto posto, à frente de equipas como o campeão Chelsea, Arsenal ou Liverpool. Liverpool que empatou a zero com o United, de Mourinho. Bem melhor, a equipa de Klopp não conseguiu vencer o Manchester United, bem a defender. 

Wolves de vento em popa

por Francisco Chaveiro Reis, em 19.09.17

img_770x433$2017_09_17_02_28_44_1313305.jpg

Corre bem a vida a Nuno e, logo, ao seu clube. O Wolves soma 5 vitórias em 8 jogos na exigente segunda divisão inglesa e está na segunda posição, que dá acesso directo à Premier League, o grande objectivo. Os portigueses que entram em campo também têm conquistado os adeptos. Diogo Jota, ex-FCP, Atlético de Madrid e Paços de Ferreira, tem sido o português em maior destaque, tendo marcado 5 vezes em 9 jogos; Ivan Cavaleiro leva 1 golo em 8 jogos; Ruben Neves tem números iguais ao do extremo; Roderick entrou 8 vezes em campo  e Ruben Vinagre, 6. Hélder Costa e Pedro Gonçalves ainda não se estrearam. O brasileiro Léo Bonatini, que brilhou no Estoril e chegou a ser associado ao Sporting, leva 3 golos em 9 partidas. O campeonato é longo e cheio de equipas competitivas (por exemplo, o Aston Villa de John Terry está em 13.º) mas a aventura inglesa corre muito bem à armada portuguesa. 

Everton - Hoje e ontem

por Francisco Chaveiro Reis, em 22.08.17

 

wayne-rooney-celebrates-scoring-for-everton-v-stok

O Everton, versão 2017/2018, promete. Entrou a vencer na Premier League e ontem empatou a uma bola no terreno do City, sendo que foi a melhor equipa em campo. Ronald Koeman, na sua segunda época, já recebeu Wayne Rooney (dois golos em dois jogos), Sandro Ramirez (o goleador das camadas jovens do Barcelona que esteve bem no Málaga), Klaessen (o médio holandês que marcou 20 golos pelo Ajax no ano passado), Sigurdsson (estrela islandesa do Swansea), Martina (lateral que Koeman já levara da Holanda para o Southampton), Keane (formado no Manchester United e visto como um dos esteios futuros da seleção inglesa) e Pickford (guarda-redes ex-Sunderland, contratado por cerca de 33 milhões de euros). O Everton promete jogar bom futebol, mesclando as boas contratações com bons jogadores que já lá moravam como Gueye, Baines, Coleman ou Lennon e com os jovens (o ADN do clube sempre foi importante e teve lugar no plantel) como Holgate, Calvert-Lewin, Tom Davies ou Ademola Lookman.

Honours and Records 1215868632.jpg

Nesta fase de rejuvenescimento do Everton é importante olhar para o seu passado. A equipa menos conhecida de Liverpool conta com 9 títulos de campeão inglês. O Everton sagrou-se campeão pela primeira vez em 1891, 13 anos após a sua fundação. Foi mais seis vezes, entre 1915 e 1971. Nos anos 80, possivelmente no melhor período da sua história, foi bicampeão, vencendo em 1986 e 1987. Foi nessa altura também que venceu a Taça das Taças, em 1985, vencendo o Rapid de Viena por 3-1. Nessa época, o Everton contava com jogadores como Southall, Ratcliffe, Speedy ou Sharp. Nesta altura, deu-se a tragédia de Heysel e as equipas inglesas foram banidas das competições da UEFA. Talvez a glória europeia da equipa tivesse continuado.

image-19-for-dixie-dean-gallery-605918893.jpg

O guarda-redes galês Neville Southall (750 jogos) é o jogador que mais partidas disputou pelo clube. É seguido pelos ingleses Brian Labone (534), Dave Watson (528) e Ted Sagar (500). O galês Kevin Ratcliffe fecha o pódio com 494 jogos. O mais goleador da história do Everton é o mítico Dixie Dean que marcou 383 vezes em 433 jogos. Seguem-se Sharp (159 golos), Latchford (138), Young (125) e Royle (119).

Mourinho volta a golear! Marcos Alonso marca dois em Wembley ao Tottenham

por Francisco Chaveiro Reis, em 21.08.17

843288_1.jpg

O Chelsea deu a melhor resposta e venceu o Tottenham por 1-2, em Wembley. Marcos Alonso, num livre direto perfeito, fez o primeiro golo da partida. Estava estragada a estreia dos Spurs no mítico Wembley (recorde-se que o novo estádio está em construção). Aos 82´, o recém entrado avançado belga Michy desviou a bola para a sua própria baliza e fez o 1-1. Antes, o Chelsea falhara várias vezes o 0-2. O 1-2 final chegaria num rápido contra-ataque, concretizado por Marcos Alonso, num remate cruzado. Mas o destaque da jornada vai, claro, para o Manchester United de Mourinho que voltou a vencer por 4-0. Bailly quase em cima do intervalo, quebrou o inguiço. Na segunda parte, em poucos minutos, Lukaku, Pogba e Martial ampliaram a vantagem. Mourinho soma seis pontos em dois jogos, tantos como o recém-promovido Huddersfield (1-0 ao Newcastle) e o sempre aflito WBA (0-1 ao Burnley). Hoje ainda se joga o Manchester City-Everton. 

Nuno começa muito bem

por Francisco Chaveiro Reis, em 16.08.17

PV3AMRGPQFFYFJNVRZIS5EB4FY.jpg

Começou muito bem o Wolves de Nuno e dos seus pupilos portugueses, Roderick Miranda, Ruben Vinagre, Ruben Neves, Ivan Cavaleiro, Diogo Jota e Hélder Costa. Em três partidas, três vitórias, tal como Cardiff e Ipswich. O Wolves venceu ontem, fora, o Hull (antiga equipa de Marco Silva) por 2-3 com Ruben Neves e Diogo Jota a fazerem o gosto ao pé. Antes, vencera o Boro por 1-0, com golo de Bonatini, brasileiro que passou pelo Estoril. Na segunda jornada, 0-2 ao Derby County, com um dos golos a ser marcado por Cavaleiro. Pelo meio, 1-0 ao Yeovil, para a EFL Cup. No sábado. há recepção ao Cardiff. Para além de Roderick e Neves, Boly, ex-Braga e FCP são habituais titulares. 

O terrível Diego Costa

por Francisco Chaveiro Reis, em 17.07.17

Diego-Costa-Chelsea2.jpg

O brasileiro Diego Costa, que até passou por Braga e Penafiel, tinha tudo para ser o melhor avançado do mundo e ter sucesso na sua seleção de origem. É muito forte fisicamente, remata bem e é rápido apesar da sua constituição e tem uma inteligência a ler o jogo que é digna de nota. Mas o seu feitio difícil parece estragar tudo. Envolve-se constantemente em quezílias desnecessárias com adversários e está agora de costas voltadas com António Conte, com o qual voltou aos golos e foi campeão e acaba de provoca-lo a ele e aos adeptos do Chelsea, ao fazer um vídeo onde aparece com a camisola do Atlético, clube ao qual pode regressar em breve. Com todo o respeito pelo Atlético, terceira potência da liga espanhola e com um percurso europeu notável nos últimos tempos, Costa vai trocar o posto de campeão da melhor liga do mundo pela luta pela titularidade no Atlético, que só o poderá inscrever em janeiro. Irá, como Vitolo, para um Las Palmas? Outra questão é a seleção. Um avançado de classe mundial foi aquilo que mais faltou ao Escrete no Mundial de 2014 (claro que no 7-1, não foi só isso que falhou). Pelo país onde nasceu ainda fez dois jogos particulares mas em maio de 2013 optou pela seleção espanhola, defendendo-a no Mundial do Brasil. Aos 28 anos, Diego Costa acumula tanto polémicas como golos e títulos mas fica a sensação de que podia ter feito muito mais.

Oficial: Rudiger no Chelsea

por Francisco Chaveiro Reis, em 10.07.17

transferir.jpg

 

Oficial: Lukaku no Manchester United

por Francisco Chaveiro Reis, em 10.07.17

img_770x433$2017_07_10_17_41_04_1287962.jpg

 

 

Oficial: Michael reforça o Everton

por Francisco Chaveiro Reis, em 04.07.17

4221396001_5491759707001_5491758267001-vs.jpg

 

Ibra está livre

por Francisco Chaveiro Reis, em 09.06.17

Ibrahimovic-742x417.jpg

Já se desconfiava e o Manchester United confirmou: Ibrahimovic é um jogador livre. O sueco de 35 anos está lesionado e não conta para o clube inglês que quer lutar mais activamente pela liga inglesa na próxima época. O Hertha de Berlim já ofereceu guarida a Ibra e a lista deve aumentar nos próximos dias. Que destino para um dos jogadores mais excitantes dos últimos anos?

Wenger in

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.05.17

arsenal-fan-liverpool-wenger-out-video-593712.jpg

Ainda não foi desta. Apesar do descontentamento da maioria dos adeptos, Arsene Wenger irá continuar ao leme do Arsenal. A época acabou bem para os Gunners, graças à vitória da FA Cup diante do campeão Chelsea.

O francês, chegado em 1996, revolucionou a Premier League, “abriu” o mercado francês e colocou o Arsenal a jogar um futebol de sonho e a vencer títulos. O aparecimento do Chelsea de Abramovich e de Mourinho colocou o Arsenal em segundo plano e a construção do novo estádio obrigou a anos de poupanças nos quais titulares do Arsenal foram saindo. O dinheiro voltou mas Wenger acabou por contratar jogadores de fraca qualidade como Xhaka ou Mustafi que não justificaram os avultados investimentos. As estrelas atuais, Ozil e Alexis, parecem decididas a mudar de ares, no primeiro ano da era Wenger em que o Arsenal não jogará a Champions.

Para o ano, mais do mesmo. Wenger a comprar mal e o Arsenal a enfrentar grandes diculdades. Assim será até à mudança de treinador, suspeito.

Oficial - Bernado (Mónaco) reforça City por cerca de 60 milhões

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.05.17

manchester-city-badge_3494679.jpg

 

 

O novo City

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.05.17

Bernardo-Silva-Monaco.jpg

 

Correu muito mal a época de estreia de Pep Guardiola no Manchester City. Ficou em terceiro na Premier League, a 15 pontos do Chelsea; caiu nos oitavos de final da Liga dos Campeões; nas meias da FA Cup e na 4.ª ronda da Taça da Liga. O objetivo da contratação de Guardiola era voltar a ser campeão e ganhar maior fulgor na Europa. Para isso, foi-lhe dada carta branca para dispensar o histórico Hart e contratar Bravo, que não rendeu. Stones, Gundogan, Nolito, Sané e Gabriel Jesus foram as oitras contratações, só com os últimos dois a darem nas vistas. 

 

Já percebeu que a ordem para a próxima época é mudar quase tudo. Os últimos dias têm sido ferteis em notícias de saídas: Caballero, Zabaleta (vai jogar no West Ham), Clichy e Jesus Navas (associado à Roma). Outros, como Aguero (suplente de Jesus), Fernando ou Sagna também podem deixar o City. No sentido contrário, fala-se hoje em Bernardo Silva, que até já estará na cidade a negociar com o clube. William Carvalho e Gelson Martins também já foram associados ao Etihad.

 

Na baliza, Guardiola não gostou da prestação de Bravo, Caballero também não convenceu e não renovou. O alvo parece morar em Portugal e chamar-se Ederson. Do mesmo clube, poderá sair ainda um novo lateral direito - Nélson Semedo, sendo que Bellerín também interessa mas se de facto o Barcelona o quiser de volta, é provável que nem Guardiola o convença. Na esquerda, com Kolarov a jogar cada vez mais pelo centro será obrigatório que chegue um homem de qualidade óbvia. Alaba, que trabalhou e evoluiu com Pep no Bayern seria uma boa hipótese. No centro, há Kompany, Stones e Otamendi, para além de Kolarov. Mangala já não regressa e, apesar de ter quatro homens, não será de admirar que Guardiola avance para mais um jogador de qualidade clara. Godín, por exemplo, seria opção a ter em conta. 

No meio, Guardiola tem apostado em dois pivots. É provável que Fernandinho se mantenha e que Gundogan, que não criou impacto na estreia, se mantenham. Já Fernando e Yaya têm o lugar em risco. Para os seus lugares, Fabinho é hipótese.  Delph deve manter-se.

 

Para os três homens que jogam atrás do avançado, há quantidade e qualidade: Sterling, Silva, Sané e De Bruyne. Se Nolito sair, é possível que entre, pelo menos mais um homem, que pode ser Bernardo Silva. 

 

No ataque, Gabriel deve ter a sua época de confirmação e Aguero deve sair. Ficaria bem num grande de Itália. Também Kelechi perdeu espaço e deve ser emprestado. Não admira que Guardiola procure um homem mais posicional e difreente de Jesus para o plantel e aposto, nesta vaga, em Lukaku, goleador do Everton. 

Carlos Carvalho volta a morrer na praia e Wednesday continua sem subir

por Francisco Chaveiro Reis, em 18.05.17

nintchdbpict000324482795.jpg

 

Adeus a White Hart Lane

por Francisco Chaveiro Reis, em 15.05.17

ng8520816.JPG

O Tottenham 2 Manchester United 1 foi o último jogo no mítico estádio White Hart Lane. Os Spurs vão jogar em Wembley até que o seu novo estádio esteja pronto. White Hart Lane era casa do Tottenham desde 1899, sendo palco da conquista de dois campeonatos, oito taças de Inglaterra e quatro taça da liga. A partir de 2018/2019, será este o fabuloso estádio dos Spurs. 

Newcastle regressa à Premier

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.04.17

skysports-dwight-gayle-newcastle_3811625.jpg

O Newcastle United, um dos clubes mais simbólicos de Inglaterra, carimbou o regresso à Premier League, sob o comando de Rafa Benitez. O Newcastle está em segundo, com menos 4 pontos do que o Brighton (ainda pode ser campeão) e mais 7 do que o terceiro, a dois jogos do fim. O Newcastle fez um bela campanha somando 27 vitórias e 80 golos marcados. Gayle, vindo do Crystal Palace, foi a grande figura dos Magpies com 22 golos até agora. A equipa tipo andou à volta de: Darlow (34 jogos), Anita (27), Lascelles (43), Clark (33) e Dummett (43); Diamé (35), Shelvey (40), Hayden (31) e Ritchie (42 e 12 golos); Ayoze (34 e 8)  e Gayle (33 e 22). Yedlin (25), Colback (27), Atsu (30), Gouffran (38 e 5) ou Mitrovic (23) foram outros jogadores bastante utilizados. 

Chelsea e Arsenal na final da Taça de Inglaterra

por Francisco Chaveiro Reis, em 24.04.17

pri_37397066.jpg

Wembley assistiu este fim de semana a dois grandes jogos de futebol. Nas partidas que davam acesso à final da FA Cup, a mais antiga competição do mundo, o Chelsea venceu o rival Tottenham por 4-2. Willian esteve em destaque com dois golos. Já ontem, mais uma desilusão para Guardiola e fãs do City. Já no prolongamento, derrota com o Arsenal por 2-1. 

Brighton regressa à Premier League.

por Francisco Chaveiro Reis, em 19.04.17

3D178A9800000578-0-image-a-32_1487103892916.jpg

Depois de 34 anos de ausência, o Brighton & Hove Albion está de regresso à Premier League, ao somar 92 pontos a três jornadas do fim, mais 7 do que o Newcastle (deve fazer a festa no próximo fim de semana) e mais 13 do que o Reading. O Brighton conta nas suas fileiras com o experiente lateral espanhol Bruno Saltor; com Uwe Huenemeier, um central alemão das escolas do Dortmund; com o letal avançado Hemed (14 golos), que fez carreira em Espanha; com o médio Kayal, que brilhou no Celtic  ou com o médio francês Anthony Knockaert. A estes juntam-se os experientes ingleses Stockdale ou Sidwell, que passou pelo Chelsea de Mourinho. O Brigton tem liderado quase sempre a segunda liga inglesa, à frente do histórico Newcastle, que tem um plantel de grande qualidade com Gayle (22 golos), Atsu, Mitrovic, Ayoze, Ritche ou Mbemba. Recorde-se que sobem três equipas à Premier League, sendo que as duas primeiras sobem diretamente e as outras quatro jogam entre si para garantir a terceira vaga. Tudo indica que o Wednesday, de Carlos Carvalhal, estará na luta. 

 

 

 

JT26 deixa o Chelsea no verão

por Francisco Chaveiro Reis, em 17.04.17

resize.jpg

Após quase 20 anos, John Terry vai deixar o Chelsea. O mítico camisola 26 anunciou hoje que vai deixar Stamford Bridge após mais de 700 partidas disputadas. Terry estreou-se pelo Chelsea em 1998, então comandado por Vialli. Em 2000 foi emprestado ao Not. Forest, fazendo 6 jogos, regressando a casa no mesmo ano. Em 2003 foi nomeado capitão, posto que ainda não largou, apesar de já ser pouco utilizado. Aos 36 anos, Terry soma quatro campeonatos ingleses (deve conquistar o quinto antes de sair), cinco taças inglesas, uma Champions e uma Liga Europa. Terry, esteio do Chelsea de Mourinho, soma 66 golos pelo seu clube de sempre. 

Mourinho vence líder por 2-0 e espreita quarto lugar

por Francisco Chaveiro Reis, em 17.04.17

D29F49945FE64F53BED50F37A95D2465.jpg

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Vizinhos

Informação desportiva