Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Oficial: Ernesto Valverde é o novo treinador do Barcelona

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.05.17

47410356.jpg

 

Oficial: Bruno Alves dois anos no Glasgow Rangers

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.05.17

Bruno_Alves_Article2_310516.jpg

 

Wenger in

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.05.17

arsenal-fan-liverpool-wenger-out-video-593712.jpg

Ainda não foi desta. Apesar do descontentamento da maioria dos adeptos, Arsene Wenger irá continuar ao leme do Arsenal. A época acabou bem para os Gunners, graças à vitória da FA Cup diante do campeão Chelsea.

O francês, chegado em 1996, revolucionou a Premier League, “abriu” o mercado francês e colocou o Arsenal a jogar um futebol de sonho e a vencer títulos. O aparecimento do Chelsea de Abramovich e de Mourinho colocou o Arsenal em segundo plano e a construção do novo estádio obrigou a anos de poupanças nos quais titulares do Arsenal foram saindo. O dinheiro voltou mas Wenger acabou por contratar jogadores de fraca qualidade como Xhaka ou Mustafi que não justificaram os avultados investimentos. As estrelas atuais, Ozil e Alexis, parecem decididas a mudar de ares, no primeiro ano da era Wenger em que o Arsenal não jogará a Champions.

Para o ano, mais do mesmo. Wenger a comprar mal e o Arsenal a enfrentar grandes diculdades. Assim será até à mudança de treinador, suspeito.

Bicampeão português, Vítor Pereira desce histórico TSV Munique à terceira divisão

por Francisco Chaveiro Reis, em 31.05.17

633726428.jpg

 

Rumor do dia - Médio Mauricio Martinez (Rosario Central) pode estar a caminho

por Francisco Chaveiro Reis, em 30.05.17

martinez_gol_a_caxuelas.jpg_1572130063.jpg

 

Mundial sub-20: Portugal vence Coreia e já está nos quartos

por Francisco Chaveiro Reis, em 30.05.17

1135637.jpg

 

Bruma vai para o Leipzig e rende quase dois milhões ao Sporting

por Francisco Chaveiro Reis, em 30.05.17

Bruma-Galatasaray-696x463.jpg

 

Rumor do dia - Jorge Jesus insiste em Fábio Coentrão

por Francisco Chaveiro Reis, em 30.05.17

584993.png

 

Aos 41 anos Quim renova com o Aves e vai voltar à primeira liga

por Francisco Chaveiro Reis, em 29.05.17

quim aves.jpg

 

Balanço da época: Alemanha

por Francisco Chaveiro Reis, em 29.05.17

645x344-bayern-munich-wins-fifth-straight-german-l

Tal como em Itália, o campeão estava anunciado quase desde o início. Com praticamente o mesmo plantel, o Bayern sagrou-se campeão pela quinta vez consecutiva. Uma das poucas novidades foi Renato Sanches que acabou por fazer época discreta. Os nomes das estrelas são conhecidos: Lewandowski (30 golos), Robben, Muller, Costa, Ribery, Vidal, Hummels ou Neuer fizeram mais uma grande época.

FOTO-1-Bundesliga-678x381.jpg

A época iniciou com muito interesse graças ao Leipzig, vindo da segunda divisão que lutou com os bávros pelo topo da liga alemã. Para isso contribuiu muito Emil Forsberg, avançado sueco que acabou a época com 8 golos e 19 (!!) assistências para golo. Em ainda maior destaque esteve Timo Werner que fez 20 golos e foi chamado para a Taça das Confederações. Yurary Poulsen, Diego Demme, Marcel Sabitzer, Naby Keita e Willi Orban também estiveram em destaque na equipa que se vai estrear na Champions League em 2017. Em terceiro, com apuramento para a Champions, ficou o Dortmund que teve em Aubameyng o melhor marcador da Bundesliga com 31 golos. Pulisic, Dembele, Mor, Weigl, Castro ou Raphel estiveram em grande num ano em que Reus, Gotze ou Schurle não conseguiram sobressair.

csm_129721-Kramaric_50ff3b6ecc.jpg

Em quarto ficou o Hoffenheim que conta com Sule e Rudy, a caminho do Bayern e com o goleador croata Kramaric (18 golos). Sandro Wagner (12 golos), Kerem Demirbay ou Fabian Schar estiveram também em destaque. O TSG vai jogar a pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

901874_imgw968.jpg

Na Liga Europa entram Colónia e Hertha. O Colónia com Modeste (25 golos) como figura de proa ficou em quinto posto, fazendo uma grande campanha também graças a Horn, Subotic, Jojic, Clemens ou Bittencourt. Já o Hertha, que andou muito tempo na zona Champions acabou por descer e mesmo com Ibisevic, Allagui, Stocker, Kalou, Duda, Darida ou Brooks ficou-se pelo sexto lugar. Pior, ficou o Friburgo que lutará ainda por entrar na Liga Europa. Destaque para o italiano Griffo que marcoi 9 golos e fez uma época de grande qualidade.

3,w=993,q=high,c=0.bild.jpg

Entre o 8.º e o 12.º posto, cinco equipas cheias de história que não sairão da Alemaha na próxima época: Werder Bremen (Gnabry, Kruse ou Pizarro); Borussia M´gladbach (Thorgan Hazard, Raffael ou Stindl); Shalke 04 (Burgstaller, Moting, Bentaleb ou Goretza), Frankfurt (Meier, Seferovic ou Fabián) e Leverkusen (Chicharito, Kiessling, Volland, Brandt ou Hakan Çalhanoglu).

hsv1.jpg

Da descida salvaram-se Augsburgo (Koo e Bobadilla), Mainz (Muto, Bojan ou Córdoba) e especialmente Hamburgo (Lasogga, Kostic, Wood, Holtby ou Kyriakos Papadopoulos), que na última jornada saltou do 16.º para o 14.º posto com um golo aos 88´.

2016e90a67e9d5611d4b0d1b2412062aafe6b474.jpg

FC Ingolstadt 04 e Darmstadt 98 já estão na segunda divisão e o Wolfsburgo (Gomez, Ntep, Luiz Gustavo, Rodriguez ou Guilavogui) joga hoje a segunda mão de um play-off que o deve salvar da descida. Na primeira mão venceu por 1-0.

1083578_imgw968.jpg

Onze da época: Neuer, Orban, Hummels e Sokratis; Forsberg, Vidal, Rudy e Raphael; Modeste, Lewadowski e Aubameyng. 

Melhor jogador: Forsberg.

A nova camisola do Barcelona

por Francisco Chaveiro Reis, em 29.05.17
 

BarcelonaCamisola2017.jpg

 

 

Balanço da Época - Itália

por Francisco Chaveiro Reis, em 29.05.17

2017-05-17t212501z_643429485_rc1b13a3c2b0_rtrmadp_ 

Se a Juventus já era favorita mas o ficou ao ir buscar Higuaín a Nápoles. Ganhou mais um goleador e enfraqueceu um rival direto. O franco-argentino, com carreira feita no Real Madrid antes de aterrar em Itália, marcou 32 vezes na temporada e foi, a par de Dybala, figura de proa no ataque da Juventus que voltou a dominar a liga italiana a ser campeã, conquistando o sexto título consecutivo. Mandzukic, Pjanic, Dani Alves, Alex Sandro, Bonucci e Buffon foram alguns dos que estiveram em destaque.

edin-dzeko-roma-football-celebrates_3770020.jpg

Roma e Nápoles foram as equipas que mais perto focaram da Vecchia Signora. Na última jornada, a Roma garantiu o segundo posto e apurou-se para a Liga dos Campeões. O Nápoles jogará a pré-eliminatória. Em Roma, na última época de Totti, o goleador foi Dzeko. O bósnio foi o melhor marcador do campeonato, com 29 golos. Em Nápoles, Mertens voltou a ser a estrela.

059e83dd-a415-48ec-8ccd-04e5bd76b91f.jpg

Até aqui, poucas surpresas. Mas o quarto posto foi da modesta Atalanta. A equipa de Bergamo fez campeonato de sonho e deixou atrás de si equipas históricas do Calcio como Lázio, Milan, Inter, Sampdória ou Torino. Grandes épocas para Petagna e Gomez. A Lázio de Simone Inzagui (solução de recurso após a saída surpreendente de Bielsa) fez também uma bela campanha, contando com Milinkovic-Savic, Immobile ou Felipe Anderson e apurou-se diretamente para a Liga Europa.

624668360-e1479753835421.jpg

Época de desilusão para os de Milão. O Milan, sempre com a sombra da compra pelos chineses, que aconteceu quase no fim da época, oscilou sempre e mesmo com Montella a fazer muito com pouco, ficar em sexto é sempre uma desilusão. Falta melhorar muito um plantel onde os destaques foram Suso, Deulofeu ou Donnarumma. Faltam ídolos aos rossoneri. Pior ainda esteve o Inter. Mesmo tendo contratado João Mário, Banega e Gabriel e já tendo Miranda, Candreva, Perisic ou Icardi fez uma época miserável e está afastado das competições europeias. Outros históricos ficaram fora da Europa como a Fioretina de Paulo Sousa; a Sampdória que deu a conhecer o checo Schick (13 golos) e o Torino, onde mora Belotti, autor de 26 golos.

imgS620I197156T20170528221104.jpg

Seguem-se Cagliari, Sassuolo, Udinese, Chievo, Bolonha e Génova. O Crotone salvou-se da descida à última hora, condenando o Empoli. Palermo e Pescara foram as piores equipas da época.

skysports-andrea-belotti-torino-serie-a-football_3

Equipa da época: Buffon, Bonucci, Manolas e Alex Sandro; Callejon, Naingollan, Kessié e Mertens; Higuaín, Dzeko e Belotti.

Jogador da época: Belotti. 

Sporting campeão de júniores!

por Francisco Chaveiro Reis, em 29.05.17

jun11.jpg

 

Totti é a Roma

por Francisco Chaveiro Reis, em 29.05.17

img_FanaticaBig$2017_05_28_19_47_55_1270702.jpg

 Já aqui fizemos a síntese da carreira do grande Totti. Francesco despediu-se ontem do Olimpico de Roma, com a vitória por 3-2 ante do Génova. Totti leu uma emocionante carta e abraçou os filhos e mulher, em lágrimas, enquanto todo os estádio não evitava também chorar a despedida do seu capitão. 

Andebol: Sporting vence a Taça Challenge

por Francisco Chaveiro Reis, em 28.05.17

img_770x433$2017_05_27_17_00_56_1270218.jpg

 

Benfica vence Taça contra Guimarães cheio de garra

por Francisco Chaveiro Reis, em 28.05.17

1024.jpg

 

Oficial - Bernado (Mónaco) reforça City por cerca de 60 milhões

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.05.17

manchester-city-badge_3494679.jpg

 

 

Jesus no PSG?

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.05.17

img_770x433$2017_01_13_12_13_24_1207009.jpg

Onde há fumo há fogo? Jorge Jesus está a ser associado ao PSG, que conta agora com Antero Henrique como dirigente para o futebol.  É uma boa hipotese para Jesus? O Sporting "livra-se" de um treinador caro sem gastar dinheiro e ainda ganhando 15 milhões? Quem o substituiria?

O novo City

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.05.17

Bernardo-Silva-Monaco.jpg

 

Correu muito mal a época de estreia de Pep Guardiola no Manchester City. Ficou em terceiro na Premier League, a 15 pontos do Chelsea; caiu nos oitavos de final da Liga dos Campeões; nas meias da FA Cup e na 4.ª ronda da Taça da Liga. O objetivo da contratação de Guardiola era voltar a ser campeão e ganhar maior fulgor na Europa. Para isso, foi-lhe dada carta branca para dispensar o histórico Hart e contratar Bravo, que não rendeu. Stones, Gundogan, Nolito, Sané e Gabriel Jesus foram as oitras contratações, só com os últimos dois a darem nas vistas. 

 

Já percebeu que a ordem para a próxima época é mudar quase tudo. Os últimos dias têm sido ferteis em notícias de saídas: Caballero, Zabaleta (vai jogar no West Ham), Clichy e Jesus Navas (associado à Roma). Outros, como Aguero (suplente de Jesus), Fernando ou Sagna também podem deixar o City. No sentido contrário, fala-se hoje em Bernardo Silva, que até já estará na cidade a negociar com o clube. William Carvalho e Gelson Martins também já foram associados ao Etihad.

 

Na baliza, Guardiola não gostou da prestação de Bravo, Caballero também não convenceu e não renovou. O alvo parece morar em Portugal e chamar-se Ederson. Do mesmo clube, poderá sair ainda um novo lateral direito - Nélson Semedo, sendo que Bellerín também interessa mas se de facto o Barcelona o quiser de volta, é provável que nem Guardiola o convença. Na esquerda, com Kolarov a jogar cada vez mais pelo centro será obrigatório que chegue um homem de qualidade óbvia. Alaba, que trabalhou e evoluiu com Pep no Bayern seria uma boa hipótese. No centro, há Kompany, Stones e Otamendi, para além de Kolarov. Mangala já não regressa e, apesar de ter quatro homens, não será de admirar que Guardiola avance para mais um jogador de qualidade clara. Godín, por exemplo, seria opção a ter em conta. 

No meio, Guardiola tem apostado em dois pivots. É provável que Fernandinho se mantenha e que Gundogan, que não criou impacto na estreia, se mantenham. Já Fernando e Yaya têm o lugar em risco. Para os seus lugares, Fabinho é hipótese.  Delph deve manter-se.

 

Para os três homens que jogam atrás do avançado, há quantidade e qualidade: Sterling, Silva, Sané e De Bruyne. Se Nolito sair, é possível que entre, pelo menos mais um homem, que pode ser Bernardo Silva. 

 

No ataque, Gabriel deve ter a sua época de confirmação e Aguero deve sair. Ficaria bem num grande de Itália. Também Kelechi perdeu espaço e deve ser emprestado. Não admira que Guardiola procure um homem mais posicional e difreente de Jesus para o plantel e aposto, nesta vaga, em Lukaku, goleador do Everton. 

Hugo Viana regressa ao futebol e já treina no Restelo

por Francisco Chaveiro Reis, em 26.05.17

1024.jpg

Hugo Viana, com um percurso na seleção nacional e Sporting, Newcastle, Valência, Osasuna, Sporting de Braga, Al Ahli e Al Wasl, regressou ao futebol após um ano de paragem e, aos 34 anos já treina no Belenenses. Viana viveu e jogou em Lisboa entre 1998 e 2002, altura em que foi formado pelo Sporting e se estreou pela equipa A, chegando a ser campeão ao lado de Jardel e João Pinto. 

Pág. 1/4

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Links

Vizinhos

Informação desportiva